<BODY> philipinas: SPEKTRUM FAZ UM SOM 'KINDA NEW'

quarta-feira, julho 19

SPEKTRUM FAZ UM SOM 'KINDA NEW'


Quer música boa? Novidade legal? Tem que buscar lá na Grã-Bretanha. A bola da vez é Spektrum, o quarteto dance que anda fazendo a cabeça da Europa e que já prepara o seu segundo CD.

Engana-se quem pensa que o sucesso da banda é de agora. O pessoal está no batente há mais de seis anos e já tem um CD na praça. "Enter the Spektrum" estourou no Reino Unido e consagrou a banda com os hits "Kinda New, "Breaker", "Freakbox" e "May Day".

A banda pode ter surgido em Londes, mas a nacionalidade dos integrantes é a mais diversificada possível. Lola Olafasoye, a vocalista (uma mistura perfeita de Nina Hagen com Grace Jones) veio da Nigéria. Gabriel Olegavich, guitarra e voz, da Rússia, Isaac Truker, o bateirista, e Teia Williams, o baixista, da Nova Zelândia.

Definir o som dos caras é complicado.

Não porque o "Spektrum" faz algo indecifrável, um amontoado de várias influências musicais que chega a ficar impossível descobrir o gênero. Nada disso. A dificuldade em classificar o som é porque ninguém ainda produziu coisa igual.

Ao ouvir, sabemos que a base é o electro, mas também passeiam por ali o funk, o disco e o punk. Deu para entender? Não importa. A melhor definição para a música do "Spektrum" é: boa, dançante e diferente de tudo o que você já ouviu. O quarteto é, sem dúvidas, a grande novidade da cena dance mundial. Difícil mesmo é achar uma faixa ruim.

Melhor que falar é ouvir. Abaixo, no novo brinquedinho do blog, tem para ouvir "May Day", "Horny Pony" (duas músicas que ainda vão sair no segundo disco) e o hit "Kinda New". É só dar pray ali no azulzin.


Spektrum - "May Day"


Spektrum - "Horny Pony"


Spektrum - "Kinda New"