<BODY> philipinas: BRASIL x FRANÇA

sábado, julho 1

BRASIL x FRANÇA


Hoje tem "blogação" ao vivo. Acontece às quatro da tarde, lógico, quando a seleção brasileira enfrentará a francesa.

Desta vez, Parreira desmontou o "quadrado mágico". No lugar de Adriano, colocou Juninho que, mesmo acostumado a jogar como segundo volante no Lyon, atuará como meia na partida de hoje. Entendeu? Nem eu.

É por isso que estaremos aqui falando somente o que sabemos: o desnecessário, o incomentável e o dispensável. É depois da lambida 360º de Ronaldinho Gaúcho que nós entramos em campo. Dedo no F5 para acompanhar ao vivo.

PLAY BALL:


15:55 - E a língua lambeu o beiço! Começamos então mais uma transmissão do jogo do Brasil aqui no Philipinas! Agora... Aqui entre nós... Vocês viram o Cafu lendo sobre racismo no futebol? A gente pode chamar aquilo de ler? Pra frente, Brasil!

16:23 - O Zagallo no banco é uma figura irreconhecível. Se antes o Velho Lobo ria, dava bronca, pulava, ficava vermelho e gritava ("vocês têm que me engolir!"), hoje só faz abraçar o Parreira e olhar, olhar, olhar. O que ele anda tomando? Caixas de lexotan antes do jogo?

16:33 - Galvão e Casagrande só reclamam: "Ninguém se mexe, ninguém se mexe! O time está todo parado". Tolos... Trata-se de uma homenagem ao Zagallo. Esses comentaristas não sabem de nada.

16:45 - Dá para entender porque todo mundo queria que o Juan recebesse cartão vermelho. Qualquer um que atrapalhe o único sinal de vida, de ataque, de gente que pega na bola e corre para o gol nesse jogo tão tedioso merece uma expulsão.

17:05 - Começa o segundo tempo. Os jogadores já estão em campo. Eles esperam pelo juiz, que chega atrasado oferecendo a bola.


- O que eu faço com essa merda?

17:15 - Gol da França. E o time brasileiro não se mexe. O Zagallo também não.

17:22 - Com a entrada do Adriano, o Brasil volta a jogar com o "quadrado mágico". Como isso muda o jogo? Repara só. Estrelas choverão, fadas madrinhas tomarão conta do campo e um grande arco-íris cobrirá o estádio. É a magia do quadrado.

17:42 - Zagallo levanta do banco e começa procurar Galvão Bueno pelo estádio. Quer dar lexotan para o locutor também. Nós agradecemos.

17:55 - Jogo acaba. França ganha e tira o Brasil da Copa. O que dizer agora?

17:58 - Nas cenas dos próximos capítulos, as eleições 2006. Vamos lá!





BRASIL PERDE A COPA 2006!

Não podemos ficar chorando que nem o Casagrande e nem com dor de cabeça como o Galvão. Vejamos o lado bom do fracasso do time brasileiro:

1) Não precisaremos comemorar o "hexa", uma palavra muito escrota e que muita gente não sabe pronunciar.

2) Agora sabemos que o "quadrado mágico" é a puta que pariu; que essa merda não serve para porra nenhuma.

3) Os jogadores brasileiros não quiseram falar nada após o jogo. Isso é ótimo, porque nos poupa de ouvir besteiras do tipo "nós tentamos e... o time deu o melhor de si e... a França teve garra e...".

4) As cornetas vão parar de encher o saco.

5) A Raica não vai dar mais entrevista sobre futebol ou sobre o Ronaldo.

6) A torcida brasileira agora fica para o time de Portugal. Afinal, existe um carinho e um amor muito forte entre brasileiros e portugueses. A foto abaixo, que mostra Felipão fazendo carinho em Cristiano Ronaldo, é um bom exemplo.


É a conexão Brasil-Portugal! Que ganhem os tugas!

7) Zagallo vive!

8) e fim da transmissão.