<BODY> philipinas

sexta-feira, março 17


"VOLVER" É A VOLTA DE CARMEM MAURA

Os jornais não deviam comemorar somente a estréia do novo filme de Almodóvar, mas sim a volta de Carmem Maura que, depois de 17 anos, volta a trabalhar com o cineasta espanhol.

Em seu último trabalho, "Volver", Almodóvar continua falando sobre morte e maternidade (como fez em seus últimos filmes), mas, desta vez, retorna ao estilo "comédia de mulheres", tão usado em "Mulheres à Beira de Um Ataque de Nervos".

Mas, sabe... Foda-se isso tudo. O que importa é que a estrela de "Maus Hábitos", "A Lei do Desejo" e "Matador" (três filmes da melhor safra do cineasta) está de volta em "Volver". Para relembrar o que a atriz já fez com Almodóvar, vamos falar de "O que eu fiz para merecer isto?", o quarto trabalho do diretor, de 1984, em que Carmem Maura interpreta Glória, uma dona de casa em crise que trabalha em uma academia de artes-marciais e trepa com os caras no banheiro.

Entediada, e muitas vezes histérica por causa da ausência de suas anfetaminas, Glória não consegue mais cuidar da família e perde as estribeiras. O apartamento minúsculo é dividido com seus dois filhos, um traficante de drogas e, outro, um garotinho que cria uma lagarto dentro de casa e se apaixona pelo dentista. Na casa, também moram o marido inútil e a sogra, uma velha mão-de-vaca que esconde água engarrafada para vender, posteriormente, para a própria família.

Antes de ir ver "Volver" nos cinemas, é melhor correr para a locadora atrás do raro "O que eu fiz para merecer isto?".

Um exemplo de reconhecimento do trabalho das atrizes foi dado pelo próprio cineasta. Durante a coletiva de "Volver", Almodóvar falou que este é um filme de atrizes. "E sem elas este filme não existiria. Minha vocação é ser o primeiro espectador delas. E é um prazer vê-las trabalhar. É um prazer que pode viciar", disse Almodóvar.

E vicia mesmo.