<BODY> philipinas

segunda-feira, fevereiro 20


U2 FAZ SHOWZÃO EM SAMPA

Sem cocheira para VIPs atrapalhando o público, U2 fez show memorável com ajuda de platéia empolgadíssima que acendeu celular, cantou junto e vaiou Bush e Lula.

Quando chegou em São Paulo, Bono brincou dizendo que a loucura que os Rolling Stones fizeram no Rio de Janeiro foi só um show de abertura para eles em São Paulo. Bem, ao ver o U2 incendiando a primeira noite no Morumbi, a brincadeira virou pura realidade.

"Galera, agora é a nossa vez", avisou o líder da banda antes de tocar "Elevation", que levou o público ao delírio. Aliás, se você pensar bem, Bono não precisa dar gritinhos e rebolar como Mick Jagger para fazer o povo gritar, pular e beijar Katiuscias tiradas da platéia (era esse mesmo o nome da coitada?). Com simpatia e vocação nata para liderar massas, acompanhado da guitarra de The Edge e cantando clássicos como "I Still Haven´t Found What I´m looking for", "With or Whitout You" e "Sunday Bloody Sunday", Bono tem o mundo aos seus pés.

Se os velhinhos britânicos dos Stones são uma das maiores bandas de rock de todos os tempos, o U2 é, certamente, uma das maiores da atualidade. Os caras continuam na ativa e emplacando inúmeros hits que alimentam os fãs famintos do bom e inteligente rock n´ roll.

Quem ganha com essa quantidade de mega-shows somos nós, brasileiros. É um atrás do outro e logo depois, carnaval.

Você tá vendo isso de casa, Madonna?

UPDATE

Só para corrigir: o nome da menina que Bono trouxe para o palco é Katilce Miranda, moradora de Volta Redonda (RJ). Sabia que o povo de lá é tudo maluco? Aliás, como eu descobri isso tudo? É que já acharam o perfil da menina no orkut.


Depois dessa, a coitada não vai ter mais sossego. A garota já até ganhou uma comunidade chamada "Eu Odeio a Gorda do Show do U2". "Ela achou que tava no baile funk? Achou que o Bono era o DJ Marlboro?", perguntou o criador.

Quanta maldade com a Ká, gente.