<BODY> philipinas

domingo, fevereiro 5


SALVADOR ESTÁ BOMBANDO (NÃO SÓ DE MÚSICAS)

Pense em um cantor nacional. Pode ser qualquer um. Pensou? Bem, ele também está lá na Bahia, participando do Festival de Verão Salvador.

O mais legal do festival, até agora, não são só os shows de Ivete, Daniela, Caetano, Pitty, Capital Inicial, Los Hermanos, Skank e até Tati Quebra Barraco. Não. São também as declarações dos músicos nas matérias da jornalista Hilda Badenes, do Globo Online.

A rainha do funk carioca, por exemplo, disse que Madonna quer conhecê-la. "Se a Madonna tá vindo, ela tem que vir com garra. Tem que mostrar a realidade dela lá, porque do meu Rio quem sabe sou eu", disse Tati Quebra Barraco.

Em outro momento, Carlinhos Brown elogiou (ou tentou elogiar) Caetano Veloso, que o havia paparicado minutos antes. "Caetano está em cada gota d´água desta cultura. Caetano está na meia-lua inteira. E hoje esta meia-lua inteira está como uma de suas profecias", compôs Brown.

Já Dinho Ouro Preto, do Capital Inicial, enquanto pessoa super inteligente e super politizada de banda meia-boca, incentivou o voto nulo nas próximas eleições.

"Meu papel como músico é sempre falar o que penso. Nesse show, vamos ressaltar toda a frustração com os políticos brasileiros e desenvolver uma campanha em favor do voto nulo", disse o cantor.

Dinho, peraí... Seu papel como músico é o de cantar ou de falar besteira?