<BODY> philipinas

segunda-feira, fevereiro 27


LATINDO NO OSCAR

Se o protagonista de Capote, Philip Seymour Hoffman, ganhar a indicação de Melhor Ator no Oscar, vai ter de cumprir uma promessa antiga: no discurso de agradecimento, vai latir até ser retirado do palco.

A aposta foi feita entre Philip Seymour Hoffman e seus amigos Bennet Miller (diretor de Capote) e Dan Futterman (escritor). Eles combinaram a brincadeira na época de faculdade, quando bebiam juntos. "Nós somos amigos de longa data e, bêbados, fizemos esse pacto de que, se um de nós, algum dia, ganhar o Oscar, iríamos latir durante todo o discurso de agradecimento", disse Hoffman.

Recentemente, com a indicação ao Oscar, o diretor veio confirmar com Hoffman se a aposta ainda estava de pé. "Não é só latir. A gente tem que latir até ser retirado do palco. Espero que eu não tenha que subir lá", disse Hoffman no programa do David Letterman.

Agora eu torço por ele.