<BODY> philipinas

segunda-feira, janeiro 30


CRIATIVIDADE NA HORA DA PROVA

Ficaram sabendo hoje da fraude na Gama Filho? Para obter a resposta das provas do vestibular de Medicina da faculdade, alguns alunos foram flagrados com um celular escondido no tênis. Você não viu nada...

No início do mês, um indivíduo introduziu um dispositivo vibracall no ânus para fraudar as provas do Processo Seletivo Seriado da Universidade Federal da Paraíba. Ele foi preso em flagrante pela polícia.

Cristiano Alves de Carvalho, de 28 anos, agia em parceria com Flávio Luciano Borges, de 22 anos, que já havia sido eliminado da primeira fase do concurso. Este último enviava as informações que recebia de outros candidatos para o aparelho localizado no cu de Cristiano.

Quando ele pediu para ir ao banheiro durante a prova, policiais disfarçados de fiscais de corredor, que já haviam sido avisados sobre o esquema, acompanharam o garoto até o local. Ao chegar no vaso, Cristiano retirou o aparelho de seu orifício e começou a anotar o gabarito.

"Subindo no box do lado, o policial observou o que ele estava fazendo e deu a voz de prisão. O acusado ainda tentou se livrar do celular, jogando no vaso sanitário e acionando a descarga, porém, não conseguiu", contou o jornal Portal Correio.

A pergunta que não quer calar não é sobre o que ainda faltam inventar para colar no vestibular, mas sim sobre qual era o aparelho celular de Cristiano. StarTac? Aquele Nokia modelo antigo?