<BODY> philipinas

quinta-feira, junho 9


DISCO DE MADONNA SERÁ TODO DANCE

Em entrevista ontem para a tevê americana, Madonna falou sobre o seu novo livro infantil, "Enrico de Prata", sobre casamento, filhos e a rotina de exercícios e dieta que pratica.

Mas foda-se isso tudo. O que importa mesmo são as novidades sobre o novo disco - ainda sem nome certo -, mas que tem estréia marcada para outubro ou começo de novembro deste ano.

"O álbum será todo dance. Eu ainda sou uma party-girl e ando com muita vontade de dançar", revelou Madonna.

Sobre a possibilidade de uma nova turnê, a cantora garantiu que em 2006 sobe nos palcos novamente.

O papo sobre música continua na entrevista e Madonna comenta o relativo fracasso de American Life, seu último disco lançado. "American Life foi um álbum muito político. Eu fui contra a guerra e isso deve ter prejudicado", disse.

Quando perguntada se a cabala também poderia prejudicar a carreira profissional, Madonna discordou. "Não. Por que prejudicaria?" A repórter, então, sugeriu que algumas pessoas poderiam ver o estudo como algo esquisito.

Madonna disse: "Sim, mas veja o que eu andei fazendo há 14 anos... Muitas pessoas não gostaram, disseram coisas negativas, reclamaram disso ou daquilo... E isso machucou a minha carreira?"


Sobre a participação no Live8, o concerto beneficente (e estelar) que acontece em Londres, Madonna desmentiu os boatos de que cantaria em dueto com Sting.

O que se sabe até agora é que ela canta Ray of Light e Like a Prayer na metade do espetáculo. E que está doida para ver o Coldplay tocar.