<BODY> philipinas

terça-feira, maio 17


QUEM QUÉ DINHERÔ?

Não julguem. O pedido de demissão de Ana Paula Padrão é completamente compreensível.

Eu nunca consegui entender por que um jornalista abandona a Globo para trabalhar em outra emissora. Afinal, onde mais na tevê aberta se encontra jornalismo decente (e que alguém assiste) a não ser na emissora da família Marinho?

Bem, a resposta para o abandono é simples: independência profissional.

A tentação começa quando Sílvio Santos ou algum pastor da Rede Record dá um chamego nos jornalistas-apresentadores em ascensão. A proposta é indecente: te dou 250 mil reais por mês! Topa?

Os olhos brilham. É muito dinheiro. Mas peralá, Seu Sílvio. Não vou me queimar com a Globo e nem vou arriscar minha carreira jornalística só por dinheiro. Afinal, o meu trabalho lá é prestigiado.

Eles melhoram a proposta: são 250 mil e um jornal só seu, editado por você, você manda e a gente não se mete em nenhuma pauta. É. Não dá para resistir. E aí se vão todos: Paulo Henrique Amorim, Carlos Nascimento, Lilian Witte Fibe, Cláudia Cruz...

Por outro lado, o colunista Tutty Vasques tenta entender a saúde de quem faz este tipo de proposta:

"Está esclarecido porque Silvio Santos vai pagar salários de R$ 250 mil à jornalista Ana Paula Padrão. Comenta-se no SBT que ele estaria inteiramente gagá".