<BODY> philipinas: Maio 2005

terça-feira, maio 31


FUGEES DE VOLTA

Parece que agora vai. Quem confirma os boatos de que os Fugees voltam a gravar um disco novo após nove anos separados é Pras Michel, um dos integrantes. "Nós estamos trabalhando nisso", disse para a revista Rollingstone. A volta de Lauryn Hill, Wyclef Jean e Pras Michel já tinha sido cogitada após uma apresentação surpresa que eles fizeram em Nova York, no ano passado.

Wyclef Jean explica que a banda anda conversando sobre o assunto. "Antes nem nos falávamos. Agora estavamos conversando. Têm boas energias agora. Quero que os Fugees aconteçam -- porque não é só sobre música, é um movimento", disse.

ELAS TAMBÉM VOLTAM

Não só os Fugess prometem voltar, mas as Spice Girls também. As meninas talvez sejam umas das atrações do Live Aid 8 - show beneficente organizado por Bob Geldolf. O tablóide The Sun conta que, apesar de já fechada a lista de atrações do festival, ainda há a possibilidade das Spice Girls entrarem de última hora.

TÁ FALTANDO ALGUÉM?

Falando em Live 8, os nomes que irão tocar no festival - que acontece em julho e terá shows em Londres, Paris, Berlim, Roma e Filadélfia - já foram anunciados oficialmente por Bob Geldolf e cia.

Segurem o queixo. Dentre as atrações confirmadas estão Madonna, Paul McCartney, REM, Scissor Sisters, Mariah Carey, Usher, Oasis, Duran Duran, Pink Floyd, Coldplay, Elton John, Annie Lennox, Snoop Dogg, Sting, Robbie Williams e U2.

Eu até entendo que o objetivo do show é ajudar no combate à pobreza na África, mas, com um festival gigantesco desse acontecendo lá fora, reunindo essa quantidade de gente legal e eu não podendo ir, é só a minha pobreza que importa.

QUE ORGULHO

A canadense pode ter vencido ontem o Miss Universo, mas a gatinha das Filipinas ganhou o título - votado pelos internautas - de Miss Fotogenia.


- Meus pais sempre me disseram.... Eu sou muito fotogênica.

segunda-feira, maio 30


NO GRAVATÁ

Eu não tô lindo embaixo da Mona Lisa?


Para quem chega aqui vindo da coluna do Gravatá e não encontra link algum para o filme, tá aqui o trailer do "Código Da Vinci".

domingo, maio 29


ACREDITA, RITA

Recentemente, dois astros - um do futebol e outro do cinema - disseram frases interessantes. Ronaldo, o fenômeno, e Tom Cruise, o hétero, pareciam querer se convencer ao falar sobre racismo no futebol e amor às mulheres, respectivamente.

De Ronaldo para a Folha:


"Acho que todos os negros sofrem. Eu, que sou branco, sofro com tamanha ignorância."

E Tom Cruise para a Reader´s Digest:


"Mulheres cheiram bem. Elas são bonitas. Eu amo as mulheres. Amo sim."

Se eles juram, eu acredito.

****


O BLOG CRESCEU. Está na Veja desta semana a reportagem "Como o blog virou coisa séria". Não é mais uma mera "brincadeira de adolescente", diz a revista que também comenta a importância dos blogs norte-americanos na cobertura real-time das convenções partidárias dos EUA.

A Veja cita o exemplo do blog Boing Boing, "campeão em popularidade", e conta a história de sucesso de Alexandre Soares Silva, que já publicou dois romances devido ao sucesso que conquistou com o seu blog.

Se a vitória de Alexandre como escritor se deve ao número de acessos ao seu blog (800 page-views diários, como conta a revista), só faltam mais 100 leitores lendo diariamente este humilde blog que vos escreve para que eu publique logo o meu livro. Bem, faltaria também talento, mas isso é o de menos, né?

****

QUEM É MIMI?

Aliás, foi também lendo a Veja que eu descobri quem é a tal Mimi, personagem emancipada do novo disco de Mariah Carey, "The Emancipation of Mimi". É que a cantora, em épocas de vacas magras, poucos discos vendidos e muita solidão, ficou viciada em jogar The Sims. No simulador de vidas, criou a personagem Mimi Stonegroove e ainda joga com ela de vez em quando. "A carreira dela vai muuuuito bem", disse Mariah Carey para a revista.

****

ALIÁS... falando em games, um blog legal com dicas e novidades sobre jogos é o guaraná games.

quinta-feira, maio 26


SIN CITY, MADONNA E PITIS

Quem também estava louco para ver "Sin City" era Madonna. A cantora chegou atrasada, de surpresa, na pré-estréia do filme, em Londres. Pediu dois convites de última hora e nem parou para falar com os jornalistas. No tapete vermelho, não foram os atores que ganharam toda a atenção. E sim a cantora e o marido, Guy Ritchie (que, aliás, está para lançar Revolver ainda este ano).

"Acho que é a segunda vez que sou ofuscada por alguém na minha vida. Ela é meu ídolo. Se a encontro em uma festa, vou timidamente apertar a mão dela", disse Brittany Murphy, atriz de Sin City.


O filme de Robert Rodriguez, uma adaptação dos quadrinhos de Frank Miller, estréia amanhã dia 29 de julho nos cinemas brasileiros e eu não perco.

NOVO DISCO

Mas, falando em Madonna, já tem fofoca sobre o novo disco da cantora, que sai em janeiro de 2006. O nome seria "Defying Gravity" e Madonna estaria em estúdio fazendo o álbum com produtores que nunca trabalharam com ela antes. Os insiders dizem que algumas faixas já foram mostradas para os executivos da gravadora e que eles adoraram. Engraçado... Na época de lançamento de American Life eu também li coisa parecida.

Ah, e falando em American Life, está rolando na internet um vídeo muito bom. É o início de uma entrevista com Madonna durante a promoção do disco. No vídeo, ela dá piti por se sentir sufocada com a falta de ar. "Estou preocupada porque não circula ar aqui. Abre a porta agora, senão eu vou morrer." Download aqui.

Link: trailer de Sin City
Link: trailer de Revolver, do Guy Ritchie

* Kylie Minogue: médico diz que cirurgia de câncer na mama foi um sucesso.

quarta-feira, maio 25


BIANCA, DE VERSACE, NO JÔ

Ontem, quem deu pinta no programa do Jô foi a drag Bianca Exótica.

Ao ser chamada por Jô, Bianca Exótica mal sentou e já quis falar sobre a emoção de estar ali. "Olha, Jô... Eu vi a Xuxa, a Sílvia Popovic e o George Benson sentar aqui. Logo pensei, 'nossa, qualquer dia eu vou lá, seja ele ou ela' e, olha só, estou aqui", disse, emocionada.

Bianca passou a mão no cabelo inúmeras vezes. Sentiu-se bonita. Perguntada sobre os estilistas nacionais e internacionais que gostava, citou o amigo Alexandre Herchcovitch, o italiano extravagante Roberto Cavalli e Versace. "Mas Versace da época do Gianni, não agora com a Donatella", frisou.


Jô: "Você não parece gostar muito de Channel..."
Bianca: "Adoooro! Adoro Channel pra almoçar, por exemplo."

A platéia ri, mas, ao final da entrevista, falta assunto. O quê perguntar para Bianca Exótica? A drag já havia falado sobre a Parada Gay - que acontece este fim de semana em São Paulo - e promovido as festas que trazem a cantora Deborah Cox e o DJ Peter Rauhofer.

Restou, então, falar sobre as aulas de inglês do professor Edson Soares (ela mesma, que ensina a língua para adultos). "Eu dou uma aula bem light", explicou. "Visto moleton, tênis Nike, jeans...".

Quando perguntada se sofria algum tipo de preconceito na sala de aula, ou quando havia reunião de pais, Bianca explicou: "Os alunos passaram a me respeitar, Jô. Com a minha competência eu acabei com o preconceito. Eles perceberam que podem vencer na vida, como eu venci."


Jô: "Claro! Porque você é um sucesso!"
Bianca: "Exato!"

E estamos conversados.

terça-feira, maio 24


É QUE ELE GOSTA MUITO DE MULHER


Os norte-americanos não entenderam muito bem o comportamento de Tom Cruise, ontem, no programa da Oprah.

Alguns acreditam que o objetivo do ator era fazer que a audiência acreditasse naquilo que ninguém 'comprou' até hoje: o namoro dele com a atriz Katie Holmes.

Tom Cruise foi "too loud", como diz o pessoal de lá. Gritou, se jogou no chão, fez caretas estranhas e deixou a platéia pensando "que porra é essa?". O ator se explicou: “Não dá para ficar cool com esse amor. Algo importante aconteceu e eu quero comemorar".

Tá bem, então.

****
É QUE O PAPA É POP. Um vídeo repleto de celebridades lendo os textos do Papa João Paulo II. Gente como Britney Spears, Steven Tyler, Jennifer Love Hewitt, N´Sync, Danny Glover e por aí vai... Toda essa inspiração mágica por apenas 4 dólares. Eu compraria se você fosses.

****
É QUE ELA É DESCUIDADA. Mariah se apresentou semana passada na MTV européia e, poxa vida!, nem notou que um dos bicos do peito pularam para fora da camisetinha.


Estranho, né? Afinal, com essa regatinha minúscula cobrindo um peitão enorme, acontecer algum "acidente" era a última coisa possível. Por sorte nossa, não era a MTV americana que estava transmitindo. Filmaram tudo até o fim.

****
É QUE ELE É SEXY. Que tal o filho de Ozzy Osbourne?


Jack Osbourne posou para uma revista britânica como veio ao mundo: obeso, cheio de tatuagens e de bigodinho.

Da próxima vez que eu for publicar algo assim, prometo que peço permissão para vocês.

M.I.A., A NOVIDADE QUE VOCÊ JÁ CONHECIA

Quando alguém te perguntar se você curte o som da M.I.A. - e você não tiver nem idéia do que se trata -, diga logo que sim.

Mesmo que você nunca a tenha ouvido mais gorda, a cantora londrina M.I.A. (pronuncia-se maia) faz um batidão bem conhecido: o funk que vem dos morros do Rio. Em "Arular", o disco de estréia da cantora, a adoração ao gênero nascido nas favelas cariocas é escancarada. A faixa "Bucky Done Gun", por exemplo, é cópia descarada (e autorizada por DJ Marlboro) do funk "Engessão". A "culpa" é toda do DJ Diplo (produtor do disco) que, ao se apresentar no Brasil, levou o funk para a amiga ouvir. Deu no que deu.

Não se fala em outra coisa mais divertida e legal nos clubes londrinos do que M.I.A. A cantora está estourando também nas boates alternativas dos EUA e, a convite do padrinho Marlboro, talvez venha ao Rio para se apresentar no Tim Festival. Atualmente, ela abre os shows do LCD Soundsystem mundo afora.


- Meus pais nasceram no Sri Lanka. Eu sou roots.

Sobre a música de M.I.A., ninguém melhor do que ela para definir. "É a música mais feia de todos os tempos. Ficou pronta em, tipo, meia hora e, para dizer a verdade, a gente nem lembra de ter feito", contou.

O som de "Arular" (ouve lá no site dela) é uma mistura de batidas jamaicanas com o funk carioca. Não traz nada de novo, mas o sucesso é completamente compreensível. A adoração pelo som diferente, lúdico e divertido fascina qualquer gringo (e paulista, claro).

Hoje em dia não é mais necessário subir o morro para ver o que Tati Quebra-Barraco e cia andam aprontando. Agora a cultura musical da favela vem embrulhada em papel fino e importado.

Jair Rodrigues já cantava anos atrás que "o morro não tem vez. E o que ele fez já foi demais. Mas olhem bem vocês. Quando derem vez ao morro, toda cidade vai cantar".

Bem, agora o mundo, talvez.

segunda-feira, maio 23


WOODY ALLEN: NOVO FILME, NOVA MUSA

Chama-se "Match Point" o novo filme de Woody Allen. O cineasta está em Cannes (assim como Paris Hilton) e foi ovacionado ao final da exibição.

Quem assistiu disse que nem parece obra dele. O novo sucesso de Allen não se passa em Nova York, mas inteiramente em Londres. Os créditos da abertura também não são iguais. Assim como a comédia, que agora dá lugar ao drama. É como se Roberto Carlos cortasse o cabelo e passasse a vestir marrom.


Woddy Allen e elenco passeiam em Cannes

"Match Point" tem Scarlett Johansson no papel principal e é uma história sobre má e boa sorte. Ambientado em uma alta sociedade britânica, Jonathan Rhys-Meyers (na foto acima, abraçado com o diretor) interpreta um tenista profissional irlandês que é aceito socialmente por uma família rica e ganha cargos bem remunerados por isto. A confusão começa quando ele se apaixona por Scarlett Johansson, uma jovem sedutora norte-americana que veio para Londres em busca de fama como atriz.

O cineasta americano adorou Londres e pretende rodar outro filme na cidade. "É cada vez mais difícil conseguir financiamento nos Estados Unidos", disse. Além disso, "o tempo em Londres é cinza e frio, assim é perfeito para mim".


Woody Allen sobe as escadas atrás de Scarlett Johansson

Mas nem tudo está diferente. Algo tipicamente Woody Allianesco volta a acontecer: a eleição de uma nova musa.

Do mesmo jeito que Mia Farrow e Diane Keaton sempre foram presenças constantes nos filmes dele (e casadas com o cineasta alguma vez na vida), agora é a vez de Scarlett Johansson.

A química entre os dois parece ter dado certo. A atriz de "Encontros e Desencontros" irá estrelar outro filme com Woody Allen - ainda sem nome, mas que sai em 2006.


Elenco sai da coletiva feita após a exibição

Durante a coletiva, uma jornalista insinuou sobre o passado do cineasta, que casou com a maioria de suas estrelas, e perguntou para Scarlett Johansson como era ser a nova musa de Woddy Allen. Antes da atriz responder, Allen falou perto do ouvido dela em uma altura que os microfones pudessem pegar o som: "Cuidado, cuidado!". Os dois riram.

"Eu estou feliz por trabalharmos juntos de novo", disse Scarlett Johansson. "Estou contente, mas não sei dessa de ser musa. Só é legal trabalhar com ele".

(fotos via justjared)

sexta-feira, maio 20


SEXY SADDAM

O mundo está chocado. Não é legal ver uma foto de Saddam Hussein assim, de cueca, em plena sexta-feira.

O tablóide britânico é o responsável pelo furo. Bush diz que vai abrir investigação para saber como estas fotos vazaram. Ah, sim. É que escapuliu...

KYLIE COM CÂNCER

A notícia deixou os fãs da cantora e os amigos do meio artístico tristes: Kylie Minogue foi diagnosticada com câncer de mama.

A doença foi noticiada no início da semana. Devido à descoberta, Kylie também anunciou o fim da turnê "Showgirl". Hoje, o jornal The Sun conta que, após uma consulta, foi constatado que o câncer ao menos não atingiu outras partes do corpo.

Kylie já recebeu palavras de solidariedade e ouviu conselhos de muitos artistas. Dentre eles, Anastacia e Melissa Etheridge (que também passam pelo mesmo problema). Madonna deixou no site uma mensagem de apoio para Kylie, dizendo estar contente por terem descoberto o câncer tão cedo. "Além de ser tremendamente talentosa, Kylie é uma lutadora que irá vencer essa batalha", escreveu.

Ontem, na Austrália, Tori Amos dedicou uma versão de "Can´t get you out of my head" para Kylie (download aqui). Em Nova Iorque, Coldplay também fez uma homenagem para a cantora e dedicou "The Scientist" (hit da banda) para ela.

quinta-feira, maio 19


ELA VOLTOU

Karol tinha terminado com o namorado e acabado com o fotolog. Mas agora está de volta. Com namorado, flog e declarações íntimas e sinceras. Ainda bem.


STAR WAR KISS

A estréia do novo Star Wars está dando o que falar. Milhões de ingressos vendidos mundo afora e exibições simultâneas em um monte de países. Mas, como na internet o público é sempre mais exigente, notícias e flagras de bastidores sempre fazem mais sucesso.

Na foto ao lado, Hayden Christensen dá um estalinho no amigo de cena, Ewan McGregor. No melhor blog de fofocas da internet, tem até o gif animado.

****
OVERDOSE

Britney em Chaotic Já estreou também o reality show de Britney e Kevin. Chama-se Chaotic e mostra cenas do dia-a-dia do casal mais procurado por paparazzi. No programa de estréia teve, basicamente, Britney com uma câmera na mão andando por todos os lados.

A cantora corria na rua atrás de pessoas e estas corriam das perguntas que Britney fazia. Coisas do tipo "qual sua posição sexual favorita?". Agora eu pergunto: quem ainda aguenta ela?

****
IN MY ARMS é o novo vídeo do Mylo, que também mostra um dia na vida de um casal. Longe de ser uma coisa Britney & Kevin, o vídeo despretencioso (oops!) despretensioso mostra os dois andando de carro e se pegando pelos cantos em um dia bonito de sol. Música muito boa. Tudo lá no arjan.

****
CÓDIGO DA VINCI. Já está na internet o trailer (ou teaser?) do filme baseado no livro. Parece que vai ser legal. Vê aqui.

****
AUDÁCIA. O nome da blogueira é Audacia Ray. O blog tem dilemas interessantes. Em um deles, a autora pergunta que tipo de roupa usar com uma serra elétrica. Na dúvida, usou nada.

****
PARTY RICE. Você ficaria surpreso se soubesse que Paris Hilton também foi para Cannes?

Hilton aproveitou a turnê pela Europa e também foi shopping in London. Na foto, ela passa pelo tapete vermelho de Cannes. Super discreta, vestida de Dior.

terça-feira, maio 17


QUEM QUÉ DINHERÔ?

Não julguem. O pedido de demissão de Ana Paula Padrão é completamente compreensível.

Eu nunca consegui entender por que um jornalista abandona a Globo para trabalhar em outra emissora. Afinal, onde mais na tevê aberta se encontra jornalismo decente (e que alguém assiste) a não ser na emissora da família Marinho?

Bem, a resposta para o abandono é simples: independência profissional.

A tentação começa quando Sílvio Santos ou algum pastor da Rede Record dá um chamego nos jornalistas-apresentadores em ascensão. A proposta é indecente: te dou 250 mil reais por mês! Topa?

Os olhos brilham. É muito dinheiro. Mas peralá, Seu Sílvio. Não vou me queimar com a Globo e nem vou arriscar minha carreira jornalística só por dinheiro. Afinal, o meu trabalho lá é prestigiado.

Eles melhoram a proposta: são 250 mil e um jornal só seu, editado por você, você manda e a gente não se mete em nenhuma pauta. É. Não dá para resistir. E aí se vão todos: Paulo Henrique Amorim, Carlos Nascimento, Lilian Witte Fibe, Cláudia Cruz...

Por outro lado, o colunista Tutty Vasques tenta entender a saúde de quem faz este tipo de proposta:

"Está esclarecido porque Silvio Santos vai pagar salários de R$ 250 mil à jornalista Ana Paula Padrão. Comenta-se no SBT que ele estaria inteiramente gagá".

segunda-feira, maio 16


NA FRANÇA É MAIS GOSTOSO

Se o Oscar ainda é vítima do puritanismo norte-americano, o festival de Cannes tem motivo de sobra para ser feliz.

Nesta última edição, então, a premiação anda cheia de surpresas sexuais. A começar pelo filme mexicano "Batalla en el Cielo", que mostra dois chicanos obesos e idosos fazendo sexo em cenas explícitas. O diretor, Carlos Reygadas, explica para os chocados com o filme que ele captura a vida real. E que, por isso, escolheu dois atores não profissionais.

"Nunca quis filmar gordos fazendo amor", acrescentou. "São apenas duas pessoas. Eles não são belos."

No tapete vermelho, a história fica mais engraçada. Devido à um acidente na passarela, a francesa Sophie Marceau estrela o vídeo mais cobiçado da internet.

Enquanto desfilava, o vestido da atriz quis chamar mais atenção que a estrela e caiu, deixando uma teta à mostra. Não que ninguém nunca tenha visto Sophie Marceau pelada, mas durante uma cerimônia respeitada do cinema mundial é bem mais legal. Cercada por câmeras e fotógrafos do mundo inteiro, então, melhor ainda.


Ooops!

Outra diferença marcante entre a premiação americana e a francesa é a quantidade de gente querendo promover filmes. Nesta ocasião, Cannes os recebe muito bem, obrigado.

Vale tudo para chamar a atenção. A produtora de filmes pornô Private, por exemplo, chegou a colocar meninas peladas perto da entrada do festival. Fizeram até um site especial.

Ah, seguinte... Sharon Stone também está em Cannes. Se é torcendo por alguém ou promovendo algum filme, não sei. Só sei que ela passou pelo tapete vermelho. E tá que ela arrasa!?


- Ó, passei...

sábado, maio 14


CASSADOS

"Garotinho e Rosinha ficam inelegíveis por três anos". A notícia é manchete nos principais jornais do Brasil (menos no carioca O Dia - por que, né$).

O casal foi acusado de abuso de poder político e econômico e compra de votos pela juíza Denise Appolinária, de Campos (RJ). Mas vão recorrer. Segundo Rosinha, "a parcialidade da juíza ficou clara durante todo o processo eleitoral em Campos, quando ela procurou sempre prejudicar o candidato do PMDB, Geraldo Pudim".

Para o marido, "a sentença da juíza foi parcial, contaminada pelas paixões locais, o que não acontecerá no Tribunal Regional Eleitoral, que certamente fará um julgamento isento".


- Meu Deus! E agora, Garotinho? O que eu faço?
- Espera 30 minutos pra mergulhar. Você acabou de comer.

quinta-feira, maio 12


LIVRINHOS!

A Bienal do Livro começou hoje no Rio de Janeiro. O evento, que vai até o dia 22 de abril maio, reuniu várias celebridades da literatura (ou não) para a cidade.

Olha quem veio: a francesa Lolita Pille. A escritora, "patricinha" declarada que narra em seus livro histórias de sexo, drogas e rock n´roll, já chegou causando surpresa.

A escritora que em seu primeiro livro, "Hell", conta a história de meninas ricas e carudas que odeiam pobres e discriminam pessoas de cabelo pixaim, escolheu a favela da Rocinha para visitar. Nem teve medo de levar um tiro de bazuca na cabeça.


- Coió nada, gente. Aqui ninguém leu meu livro.

Outra celebridade visitando a cidade a convite da Bienal é Tom Wolfe, da Santa Trindade do new journalism. O escritor já chegou e, no Copa, deu uma coletiva falando sobre o livro "Eu sou Charlotte Simmons".

Wolfe também comentou sobre os presidentes George Bush, Bill Clinton e o affair deste com Monica Lewinsky ("daria uma boa história para um romance").

Para Wolfe, Bush é o "soldado" ideal para cuidar dos EUA em situações terroristas como a do 11 de setembro. Disse para o Globo: "Se ele obtiver sucesso em levar a democracia ao Oriente Médio, será visto como um presidente de visão".

Bem, pelo menos o livro dele parece ser interessante.

Em "Eu sou Charlotte Simmons", Wolfe é Charlotte, uma caloura do interior que se deslumbra ao conhecer a elite no campus de uma universidade americana.

O autor narra, com realismo impressionante, a história da vida dos estudantes. Segundo ele, o livro é um “carnaval de cenas de sexo”.

A Bienal também traz Jô Soares para divulgar "Assassinatos na Academia Brasileira de Letras", Julia Lemmertz para ler Sartre, Suzana Vieira para interpretar Clarice Lispector e Kirchner, que só ficou para a abertura.

TEETS, BABY

Eu ia até escrever, mas a foto abaixo me deixou mudo:


A Kelly Osbourne não é linda?!

quarta-feira, maio 11


RADAR

A Radar foi lançada há poucos dias e já está sendo disputada a tapas em Nova Iorque. Com conteúdo irreverente sobre cultura pop, política, fofoca, tendências e moda, a revista começou a chamar atenção já na festa de lançamento. Os convidados (pessoas cul e influentes) não receberam, na ocasião, a primeira edição. Suspense!, a Radar só iria ser distribuída dias depois.

Sobre a revista - que circula só nas grandes cidades dos EUA - os editores Mort Zuckerman e Jeffrey Epstein acreditam que o motivo do sucesso é que existe "um grande mercado ainda não explorado para uma revista direcionada e antenada".

Na última edição, a Radar traz na capa uma montagem de Paris Hilton com Bush. O título da matéria é "Sem talento? Sem problemas! Como ficar famoso sem fazer nada".

****
Mas, ainda falando da Paris Hilton (não canso dela), o dono deste blog foi ao cinema gravar os gritos de felicidade da platéia em "House of Wax". A cena em questão é a morte da modelo, empresária, atriz e rica Paris. Vai lá fazer o download.

terça-feira, maio 10


NUM GOSTEI

Paula Abdul não é como a maioria dos norte-americanos. Não tem senso de humor para rir de si mesma. Escalada para participar de três quadros do Saturday Night Live, só aceitou fazer a abertura.

A cantora, envolvida recentemente em boatos de que estaria namorando Corey Clark, um dos participantes de American Idol, não gostou do modo como foi retratada pelos humoristas do programa.

Recusando-se a interpretar a si mesma, Amy Poehler fez o papel de Paula Abdul e, Finesse Mitchell, o do suposto namorado. A cantora e apresentadora não gostou do que viu. Disse para a atriz: "Você precisa ser muito mais sexy para que os participantes queiram transar com você".

O tablóide The New York Post conta que Paula Abdul chorou ao final da participação no SNL, reclamando da "pressão" que sentiu ao se apresentar no programa.

****
QUEM PODE, PODE. E quem tá podendo é o Daft Punk. A dupla lança a "segunda música de trabalho" do álbum "Human after all". Agora, é a vez de "Technologic", que ganhará remixes de feras como Basement Jaxx, Peaches e Pascal Arbez (mais conhecido como Vitalic).

O vídeo de "Technologic", dirigido pelos dois, será "uma viagem ao assustador e surreal mundo dos robôs".

****
CHICKEN LEGS

Falando em vídeo, deixa eu contar sobre este: Paris Hilton aparece de biquini com duas pessoas ao seu lado. Eles ficam vendo um homem comer um pé uma galinha. O mesmo cara morre afogado na piscina segundos depois. Paris Hilton nem se abala. Permanece lá, linda e loura, enquanto o cara se afoga. Depois, disca 911.


- Caguei!

A cena, no entanto, não vai ser veiculada no novo vídeo de FatBoy Slim, "Look Both Ways" (a MTV achou muito pesada). O mini-vídeo está sendo exibido somente como teaser para promover o lançamento do novo clipe do DJ britânico.

"Look Both Ways" mostra um dia na vida de um racista norte-americano e como o racismo acaba o matando no final. Para ver o vídeo com Paris Hilton, clique aqui. O oficial, aqui.

****
SUPER FEED ME

Tá lá na Gazeta Mercantil: Burger King diz que baterá a McDonald's no Brasil. "Vamos ser a maior rede de fast food do Brasil", desafia Luiz Eduardo Batalha, da BGK.

"No dia 18 de dezembro do ano passado, por exemplo, a loja do Shopping Ibirapuera (em Sampa) registrou a passagem de 4 mil clientes, a maior marca, no mundo, numa loja da Burger King localizada em uma praça de alimentação."

Poxa, eu quero comer um Whopper no Rio de Janeiro.

segunda-feira, maio 9


BRASILITY. Neste sábado, o jornal britânico The Times falou sobre a "invasão" brasileira na noite de Londres. Segundo a reportagem, a cidade tornou-se um "Rio de Janeiro do Norte", lotada de brasileiros (cerca de 60 mil) "que trocaram as roupas de samba (!) e de praia por um carnê de metrô e uma quitinete em Ealing".

A música tocada pelos DJs é o funk e a bebida servida é a caipirinha, vendida por "preços de Terceiro Mundo".

Pelo que entendi, é a exportação. Da badalada boate-Help-way-of-life.

****
E-MAILZEIROS. Os britânicos também estudaram, recentemente, sobre o malefício do e-mail. Segundo eles, ler os correios eletrônicos é mais prejudicial ao QI do que fumar maconha.

lá na Folha: "A perda do quociente entre funcionários que tentam conciliar seu trabalho com a organização do webmail é de dez pontos, o que equivale a uma noite de insônia. Depois de fumar maconha, a perda é de quatro pontos, afirma a pesquisa do King's College, da London University."

"O estudo acompanhou 1.100 britânicos e mostra que o principal problema dos e-mails são as constantes interrupções. Elas reduzem a produtividade e fazem com que as pessoas sintam-se mais cansadas do que o normal."

Pelo que entendi, com minha astúcia, é só matemática. Se o cara lê o e-mail fumando maconha, ele perde 14 pontos.

****
AMOR DE FILHO. E aí? Como foram de Dia das Mães? O sedotec falou sobre o assunto no blog dele:

"... aquele amor incondicional que mãe sente pelo filho jamais será correspondido da mesma forma. (...) Eu, que tenho a melhor mãe do mundo (e quem não tem?), não demonstro um pingo do amor que sinto. E, mesmo sabendo que o problema é comigo, nem assim dou o braço a torcer. Afinal de contas, quem mandou parir um escroto?"

Pelo que entendi, é um ciclo. Se os espermas vêm do escroto,...

****
CHARME. Abaixo, a beleza super-que-sincera de Bianca Exótica.


Acho que vale a visita ao fotolog da personalidade mais charmosa de São Paulo. Pelo que entendi, é austeridade, formosidade, honestidade, pomposidade...

sexta-feira, maio 6


PRINCESA DE CERA

Paris Hilton é a estrela de "House of wax", que estréia hoje nos EUA (e sei lá mais onde).

Não se debocha de outra coisa. Só se fala na casa de cera. O filme é classificado como terror-trash, mas essa, com certeza, não era a intenção do diretor (Jaume Serra), que pretendia assustar a platéia de verdade. Não conseguiu.

A revista Rollingstone achou o filme um amontoado de clichês com elenco inadequado. "No final, tem um incêndio enorme. Aí fica bom", escreveu.

Em listas de discussão pela internet, fãs do clássico homônimo de Vincent Price dizem que nem para filme B "House of Wax" serve.

No dia da estréia, o site da CNN entrevistou a modelo, empresária e celebridade que prefere ser chamada, simplesmente, de atriz:

CNN: Então todo esse trabalho - festas, passarela, reality show - foi só um caminho para a carreira de atriz?
Hilton: Acho que sim.

CNN: Você lê sobre o que falam de você? Você lê os tablóides?
Hilton: Eu não leio nada. Eu só olho as fotos para ver o que eu tava vestindo na semana passada. E se eu tava bonita.

CNN: Você lê os blogs?
Hilton: O que é isso?

CNN: Hmmm. São aquelas coisas na internet onde as pessoas escrevem notícias e tal.
Hilton: Não, eu não leio nada na internet a não ser o meu e-mail no AOL. Não gosto de pessoas que sentam em computadores o dia inteiro para escrever sobre quem elas nem conhecem.

CNN: Paris, você acaba de descrever o meu trabalho.

(Rob Shuter, empresário dela, ri)

CNN: Por que você é tão popular?
Hilton: Não sei. Talvez por ser eu mesma. Eu não sou igual aos outros. Eu sou uma princesa americana.


*****
MAIS CINEMA. Veja o making of que fala sobre o vôo do novo super-man. Tá mais rápido que uma bala. Aqui no quicktime e aqui no media player.

CRUZADAS DE DIREITA. Para a Folha de São Paulo, Ridley Scott "acabou realizando um filme tão inexpressivo quanto o rosto de seu ator principal".

Para o Globo, "Cruzada é mais Tróia do que Gladiador". "O ator [Orlando Bloom] ganhou músculos, mas está longe de ter a presença de um Russell Crowe", disse o jornal. Longe de ser um Russel Crowe? Taí um bom motivo para ver o filme.

quinta-feira, maio 5


LIDIANE, LIDIANE E LIDIANE

Lidiane sentou-se no cavalo e percorreu quilômetros de mata fechada. Passou por entre árvores, por sobre rios, riachos, viu montanhas, sentiu o sol em sua pele. Tirou a blusa, jogou ao léu, arrancou o sutiã, estava livre. Com destreza perfeita, conseguiu se desfazer da saia enquanto o animal ainda corria. Livrou-se também da calcinha. Estava nua. Para si, para a natureza, em contato direto e intenso com os pêlos grossos e agressivos do cavalo, que faziam contato com a doçura simples de sua vulva. O quadro foi vendido por 60 reais na feira livre de Copacabana. Seu Alberto nem ligava quando a mulher reclamava que ele só pintava baixaria. "Eu ponho comida na mesa, sua vaca", dizia o adorador da natureza.

*****
Lidiane pintou os olhos de preto em frente ao espelho. Contornou-os com força, borrando a cara com agressividade. Assim os deixava mais vivos, realçando sua face. Agora podia ver a si mesma. Não era nenhuma menina inocente, mas sim uma mulher independente, de personalidade forte. Botou a língua para fora, exibiu o piercing, balançou rapidamente. Sorriu. Socou o espelho com a mão. Socou de novo, de novo, até quebrar. Pegou um dos cacos na pia, fez um corte no pescoço, outro na bochecha. Hora do almoço, sentou-se à mesa, pediu para a mãe lhe servir arroz. Levou dois tapas na cara e voltou para o quarto chorando.

*****
Já era tarde. Lidiane voltava da academia. Com o tesão que estava sentindo, transaria com o primeiro que a abordasse, pensou. Parou no sinal, encostou-se no poste. Levou uma das mãos entre as pernas, apertou forte, fechou os olhos, arrepiou-se toda. Abraçou o poste com as pernas vestidas de lycra. Subiu, desceu, cravou a unha no aço enferrujado, forçou o púbis contra o poste, foi até o chão, subiu de novo. Ficou molhada. Atravessou a rua, chegou em casa. Lá, três contas atrasadas, uma pilha de louça para lavar, um vazamento no banheiro. Matou a barata que passeava pela sala e foi dormir.

UMA CERTA SANDY

O Terra amou. Escreveu: "Sandy brilhou com um repertório jazzístico em uma apresentação intimista".

Sem "um certo Júnior", que costumava acompanhar a irmã em turnês, Sandy sentiu a solidão ao se apresentar sozinha no Bourbon Street, ontem, em São Paulo. "É estranho ficar nesse palco sozinha. Estou acostumada a ter um certo Júnior ao meu lado sempre. Júnior, se você estiver aí ainda, quero dizer que você faz muita falta", disse ao irmão que tinha ido embora depois da primeira música.

Sandy, em seu show jazzístico, cantou músicas de Cole Porter, Tom Jobim e Beatles (!). A matéria diz que a cantora, "vestida de modo clean", "deixou de lado o pop e, com uma voz mais suave, encantou o público em versões memoráveis". Parei.

****
PÚBLICO-ALVO. Madonna promoveu uma tarde de autógrafos para o lançamento de seu novo livro infantil, "The Adventures of Abdi", dias atrás. Ao chegar no local, ficou chocada com a platéia. Era uma multidão de gays e somente uma criança acompanhada dos pais.

****
IPOD DE COMIDA


Um iPod de pão e outro de presunto. A mania Apple (e a falta do que fazer) é tão grande que tem gente competindo nas mais absurdas brincadeiras.

terça-feira, maio 3


TO DIE FOR

Quando o assunto é Nick Hornby, eu sou daquelas teenagers que pulavam, gritavam e se descabelavam quando viam os Beatles. Ok, nem tanto.

Mas, se existe um autor que eu devoro em menos de dois dias, é ele: o cara de "Alta Fidelidade", "Um Grande Garoto" e "Como ser Legal". O Segundo Caderno de hoje traz a resenha do jornal inglês The Independent sobre o novo livro de Nick Hornby, "A Long Way Down", uma história sobre quatro estranhos que tentam o suicídio no topo de um prédio. "É reconfortante então descobrir que o mais famoso autor do Arsenal está de volta, em forma, com um esforço de primeira divisão: este é seu melhor livro desde Alta fidelidade", diz o jornal.

E define, perfeitamente, o que é ler um livro de Nick Hornby. "É um pouco como não comer adequadamente. Você sabe que está deixando de lado os legumes e verduras literários. Mas, mesmo assim, é tão leve quanto um paninho de limpeza. A escrita [de Hornby] possui uma qualidade característica. E isso é algo que te deixa com um sorriso satisfeito".

Enquanto isso, no outro jornal britânico, o The Guardian, há um trecho extenso do livro. Abaixo, coloco o pedaço em que um dos personagens - Jess, filha adolescente de um ministro - avalia o porquê da tentativa de suicídio:

"So even though I could see straight away that he wasn't at this party, I stayed for a while. Where else was I going to go? I was feeling sorry for myself. How can you be 18 and not have anywhere to go on New Year's Eve, apart from some shit party in some shit squat where you don't know anybody? Well, I managed it. I seem to manage it every year. I make friends easily enough, but then I piss them off, I know that much, even if I'm not sure why or how. And so people and parties disappear.

I pissed Jen off, I'm sure of that. She disappeared, like everyone else.

I'd spent the previous couple of months looking up suicide inquests on the internet, just out of curiosity. And nearly every single time, the coroner says the same thing: "He took his own life while the balance of his mind was disturbed". And then you read the story about the poor bastard: his wife was sleeping with his best friend, he'd lost his job, his daughter had been killed in a road accident some months before . . . Hello, Mr Coroner? Anyone at home? I'm sorry, but there's no disturbed mental balance here, my friend".

GOiTO MUsTO

Na última coluna de Michael Musto, do Village Voice, ele relembra um release solto para a imprensa, em 1998, feito por um grupo gay chamado OutRage. O texto pedia informações sobre a vida íntima de Joseph Ratzinger - na época, cardeal. Queriam saber sobre a sexualidade do atual Papa e perguntavam se alguém sabia de alguém que sabia alguma coisa.

"Nós precisamos de detalhes para poder publicar. Se ele é gay, todos precisam saber, porque ele é o mais homofóbico de todos os líderes do Vaticano", dizia a carta.

Musto termina a coluna dizendo que nunca soube de nada. "E tenho que admitir que Ratzinger nunca chupou meu pau. Mas, quer saber? Se ele quiser, eu não deixo. Porque eu sou muito mau!", completa.

****
NÃO DEU. Lidiane não conseguiu segurar. Vomitou na mesa da churrascaria. Ao perceber que o deficiente físico ao seu lado tinha, no lugar da mão, uns pedaços de pele balançando, fez a associação imediatamente. Não queria comer daquela carne de jeito nenhum.

****
FALANDO EM COMIDA...

Paris Hilton gravou um comercial para uma rede de sanduíches americana que não vai ser veiculado. Segundo os publicitários, as redes de televisão acharam o anúncio - que traz Paris Hilton lavando um carro e passando sabão pelo corpo enquanto come um sanduíche - muito pornográfico. "Mas podia ser muito mais", disse um dos produtores. "Afinal, é a Paris Hilton. O que eles esperavam?"

****
NEW ORDER. Tá no arjanwrites. O novo clipe do New Order, "Jetstream" (música bacana), já pode ser visto online. O vídeo traz a presença de peso (ha! muito bom) de Ana Matronic, dos Scissor Sisters.

****
É SÉRIO ISSO?

Britney feliz com o CD "Pablo Honey", do Radiohead, nas mãos?

segunda-feira, maio 2


SUPER-DECIDIDA

No restaurante lotado, dividi a mesa com algumas vendedoras da Mr Cat. Uma delas estava furiosa com o cara que conheceu no fim de semana:

- Ontem no msn ele entrou e eu fiquei muda. Não quero mais saber desse cara. Vou bloquear.
- Mas o que aconteceu?
- A gente foi pro móti e lá ele disse que tinha carro, era advogado e ia me buscar pra gente sair no dia seguinte. Fiquei o sábado inteiro esperando e nada. Descobri no domingo que o nome dele não era Yuri, que ele tava desempregado, não era advogado e nem tinha carro.
- Não acredito!
- Verdade. Falei com ele no msn e ele disse que foi assaltado, que roubaram o celular e o carro. Mentira! Fiquei puta! Vê se pode!
- Mas vocês se conheceram onde?
- Na night. Depois que a gente ficou, ele me deu o celular, a gente se falou e ele perguntou se eu tinha msn.
- Não dá não, gente. Vou bloquear ele. Sou eu a maluca? Claro que não. É ele. Aí ele me disse que eu tinha que escolher entre ser racional ou passional. Disse para ele que num tinha nadavê. Que eu era sentimental, que rolou um sentimento entre a gente. Porque se fosse só sexo, eu não ligaria. Aí ele falou que desistia de me explicar as coisas, que tava enxugando gelo já. Mas isso também não tem nada a ver. Lembra do Sammy do Big Brother? Ficou lá enxugando gelo e deu no que deu...
- Ai, cara, esses homens são tudo caozeiro. Mas o que você viu nesse cara?
- Sei lá. Nem trepar ele sabe. Vou fazer o seguinte. Não vou bloquear coisa nenhuma. Vou ficar muda no msn, no meu canto. Ele vai ficar maluco. Se quiser, ele que me delete.