<BODY> philipinas

quarta-feira, março 30


COMO UMA PRECE

Olha que novidade. Já está em todos os jornais. A igreja católica está furiosa com Madonna e Guy Ritchie. O motivo você sabe qual. Sim, é sobre a foto deles vestidos de papa e freira. O presidente da Liga Católica dos EUA, William Donahue, disse que Guy Ritchie ao se vestir de papa mostra "o tipo de moral que ele tem". E lamenta: "Se vestir igual ao papa em uma situação como a presente... Nós estamos desapontados. Nós, católicos, já tínhamos nos livrado da bruxa quando ela [Madonna] tinha descoberto a Cabala".

A assessora de Madonna, Liz Rosenberg, responde ao tablóide NY Post - que traz a notícia na capa - que Madonna e Guy "estavam indo para uma festa a fantasia". "Não havia desrespeito algum. Isso é só alguém procurando por problema onde não há um", disse.

O momento em que William Donahue diz que a Igreja Católica se livra de Madonna é no começo dos anos 90, época de lançamento do disco Like a Prayer. No vídeo feito para a faixa-título, Madonna conta a história, cercada por crucifixos em chamas, de um santo-bandido que vai para a cadeia por causa de um suposto estupro. No clipe, Madonna tira o santo detrás das grades e o beija calorosamente na igreja.

Tenho que admitir que, apesar de Like a Prayer ser um dos melhores vídeos da Madonna, a brincadeira "implicar com a igreja" fica bem mais divertida com as fantasias de freira e papa.

****

MANDA ELA PARAR.
Não satisfeita com a Foxy Cleopatra em Austin Powers e o filme meia-boca com Cuba Godding Jr., Beyoncé quer ir mais longe na carreira cinematográfica. Pretende interpretar Bob Dylan em um filme biográfico.

Peraí. Beyoncé como Bob Dylan? Pois é. O diretor do filme, Todd Haynes explica para o site femalefirst que Dylan é "muito complexo" para ser representado por um só e que irá escalar vários atores para fazer o papel. Ah, bem. Pelo visto, Beyoncé tem a densidade perfeita para o papel. E é a cara de Bob Dylan...

****

E O BBB? Legal que Jean é o vencedor. Para comemorar, o dono da boate LeBoy, Gilles Lascar, promete fazer uma festona para o milionário na quarta-feira. Claro que a imprensa especializada (neste tipo de fofoca) vai estar em peso na boate. Afinal, será um momento especial para o baiano, que poderá tirar o atraso de mais de três meses - tempo em que ficou na casa - sem beijar na boca.

Iam ser divertidas as fotos estampadas nas revistas... Custa nada, né? Se Jean teve a cara de dizer para o Brasil que é gay, podia mostrar que viado também beija na boca e faz pegação no dark room. Ok, esquece essa última.

****

LEMBRA DA SONINHA? A ex-vj da MTV, que ficou mais famosa quando se confessou maconheira, agora é vereadora, pelo PT, em São Paulo. Dentre as suas lutas, o Projeto de Lei 58/05, que institui o Dia da Música Eletrônica. Ela justifica que o dia iria reforçar "os aspectos culturais, sociais e de participação da juventude", conferindo à cidade "mais um símbolo de modernidade e vanguarda".

"A oficialização de um dia para celebração da cultura de música eletrônica, com a realização de uma grande parada comemorativa desse gênero musical, faz todo sentindo numa cidade com as características de São Paulo". Eu também concordo, Soninha. Sem falar que a maconha, na ocasião, iria... Tá, parei.

****

DUAS PESSOAS?

Conan, o Bárbaro, e o governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger