<BODY> philipinas: Dezembro 2004

quinta-feira, dezembro 30


FELIZ!

* Quem leu lá embaixo sobre o Natal da Janaína deve querer saber o que aconteceu no Ano Novo de Liana, uma das filhas que moravam na casa onde a emprega suicida trabalhava. Bem, tá tudo lá no inter:urbanos. Ah, Feliz Ano Novo pra todo mundo. Foi legal ter vocês aqui durante o ano lendo as palhaçadas (uma lágrima cai).

* Já mandou SMS para um número de celular errado? Hoje uma menina me ligou apavorada querendo saber quem ia passar na casa dela. "Quem é você? Eu pensei que fosse o Carlinhos". "Não, eu sou o Phelipe. Errei o celular, desculpa. Mas se você quiser eu posso ligar pro Carlinhos e pedir pra ele passar aí. Quer me dar o número?" O telefone bate na minha cara.

quarta-feira, dezembro 29


SER OU NÃO SER UMA SHE-APE?
EIS A QUESTÃO


Em primeiro lugar, o que é ser uma she-ape? O conceito é amplo, mas pode ser explicado com algumas dicas.

Trata-se de um ser humano que se aproxima de uma macaca. Seja pelo comportamento, pela "beleza" ou pelo estilo de sua vestimenta. Mas, especialmente, pelo cabelo. Com a nova onda de alisamentos, escovas progressivas, as she-apes andam dominando as areias e boates do Rio e são a promessa para a virada do ano na cidade.

Aliás, é aqui que se encontra o maior número dessa espécie no Brasil. Mas não pense que a classificação é algum tipo de racismo ou preconceito. É medo mesmo. Um medo do mau gosto independente da raça, credo, classe, cor ou preferência sexual da she-ape.


Dica: uma she-ape é sempre estilosa e tem cabelo liso

A expressão em inglês anda crescendo. E devido ao grande sucesso da tendência (até com comunidade no orkut), hoje pode-se tranquilamente dizer coisas do tipo "I´ll go she-apping in the club today" ao invés do simples e brasileiro "eu vou sair hoje". Porque nada pode ser tão básico quando se trata de uma produção she-apiana. Afinal, expressões em inglês são necessárias para que a she-apecissitude aflore no âmago de uma pessoa.

A natureza, o habitat e o conceito de she-apeness é amplo. As espécies de she-apes podem variar das mais simples e genéricas até as exclusivas como as she-chimpanzee, she-orangoutan e she-gorilla. As mais violentas, desequilibradas e escandalosas, no entanto, são conhecidas como she-baboon.

As she-apes podem ser encontradas em salões de beleza, quadras de escolas de samba, fotologues, academias de ginástica de bairro e banheiros de universidades. As she-apes muito frenéticas e fervidas adoram viver em bando, onde sempre há sempre uma fêmea dominante. Quando duas she-apes rivais, por exemplo, entram em conflito, seja por território ou pela última peça de liquidação da Zara, grandes lutas she-apianas são travadas.


- E eu? Sou uma she-ape?
- É!

Mas deixemos de lado as diferentes vertentes do she-apism. O mais importante na she-apecissitude de uma pessoa é ter o orgulho e o reconhecimento de sua natureza. Se você está lendo este texto e percebeu que é uma she-ape, não se desespere. E não deixe que ninguém te maltrate, discrimine ou te coloque na jaula por isso. Bata no peito inúmeras vezes com as duas mãos fechadas, jogue o cabelo para o lado, empine a bunda e grite: I´m a she-ape. And proud!

terça-feira, dezembro 28


NÃO É PHOPHO:

Sei que não tem graça nenhuma, mas o corpo da diplomata brasileira foi encontrado na Tailândia, numa ilha chamada Phi Phi.

* Sei também que não tem graça debochar da simplicidade das pessoas, mas é que eu li no Ancelmo Gois que a Daniela Cicarelli foi com o Ronaldinho na Capricciosa de Ipanema e pediu uma pizza de frango com catupiry. "Nós não temos esse sabor, senhora." Acabou pedindo uma margherita gourmet: mussarela de búfala, tomatinhos e lascas de parmesão.

* Nós estávamos felizes. Éramos Denzel Washington, Maggie Smith e eu no mesmo dia. Depois vem a Wanessa Camargo e resolve nascer também no 28 de dezembro. A culpa é da Zilu. Custava esperar passar de meia-noite? Dava um nó nas pernas... Tá bem. Parabéns, Wanessa.

* Quero ganhar o DVD do Scissor Sisters. Alguém importa pra mim?

* E que tal Madonna estrelando a nova campanha Primavera/Verão 2005 da Versace? (fotos aqui e aqui)


- I´m a bitchy executive from Miami.

segunda-feira, dezembro 27


OS FOTOLOGUES DO ANO

Deixemos a retrospectiva dos melhores filmes, discos e artistas de 2004 para quem entende. Aqui nós iremos eleger, por exemplo, os melhores fotologues do ano.

Ah, mas por que não os melhores blogs?, você pergunta. Porque eu não leio blog, ora. Sou apaixonado é pela cafonice dos fotologues. De galho em galho, posso ver pessoas posando em seus melhores ângulos, exibindo seus dotes de photoshop e, muitas vezes, fazendo das legendas das fotos um mini-blog primoroso.

Pronto. Lá vai a lista dos oito fotologues mais legais de 2004:
(porra, por que 8? E não 10? Ou 5? ih, você tá levando isso muito a sério)

8. Melhor que Senhora do Destino. Falem o que quiser da Carol, mas ela continua tendo um dos melhores fotolog-novela do Brasil. No ano de 2004, carolalulu já contou sobre seus problemas de celulite e alergia atrás da orelha.

7. O fotolog deles pode ser visto como um comercial de aparelhos abdominais que passa em canais de turismo e viagens tipo People and Arts. O fotolog do marckguimaraes não passeia com o seu tanquinho pelas praias de Ipanema. Nem pelas boates paulitas. Senegal é muito mais cool, não acha?

6. Eu gosto da chinchila porque ela gosta de Star Wars, comida japonesa e tem mechas vermelhas.

5.
Vamos lá: quem quer morar com o nto levanta a mão. A casa é 24 hour party people, tem gente vomitando no sofá e dançando loucamente. O fotolog pode ser definido pelo próprio dono em uma das legendas: "soh tem foto de gente doida e virando os olhos". Quem precisa de Big Brother, não é mesmo, pessoal?


"Juca", um dos amigos do nto.

4. Fico puto. Não gosto que o chamem de michê. Nem de gogoboy. Ele é só um nightboy.

3. As amigas dela se chamam Edilaine, Lívia e Rosana. São presenças constantes em seu fotolog, que pode ser definido como um retrato da amizade, da felicidade e do uso de água oxigenada. Espia o popô da Helorao e a decoração atrás, feita com pôsteres do Leo DiCaprio.

2. Sempre com as melhores fotos... Porque celammeira é celammeira e não se fala mais nisso.

1. Eu ia deixar a /zaraia de lado. Resolvi que ia somente pedir a ajuda dela para me indicar alguns fotologues "legais". Abro o msn e dou de cara com a foto dela em tamanho quase real. Tem como esquecer? Não. No momento, zaraia vive um conto de primavera em seu fotolog. Se ela me ajudou indicando algum site? Porra nenhuma. Mas me falou que vai passar o ano novo em um clube lá de Brasília. "A banda é muito eclética, mas é show!!" Como assim?

domingo, dezembro 26


O NATAL DA VIDA


Tá lá na Reuters: Brazilian supermodel Gisele Bundchen runs with her dog at her apartment in Porto Alegre, in southern Brazil, picture taken, December 24, 2004. Bundchen, girlfriend of Hollywood actor Leonardo Dicaprio, gets a practical Christmas gift from her father every year - a letter advising her on all the areas she needs to improve in.

* Nota retirada. "Entendo isso como um MAL, isso vem do ser humano." Tá?

* É o sol. No verão, a gente anda fazendo muitos inter:urbanos. Conheça a história da Carolina que só foi se apaixonar depois de fazer a atoladinha. Vai lá.

sexta-feira, dezembro 24


HA! HA! HA!

Vai dizer que minha árvore não é fofa!

Feliz Natal, feliz ceia e feliz presentes pra todo mundo! Já jogaram o papai-noel manguaça?


Ah, mais coisa. Se todo Natal tem especial do Roberto Carlos na televisão, tem que ter o Natal da Janaína no blog também:

O NATAL DE JANAÍNA
Fábio e Phelipe

"Todos nós precisamos de nosso espaço no mundo". Janaina conversava consigo mesma enquanto contemplava da janela da cobertura no Leme a imensidão do Atlântico. "Eu sou tão pequena diante da grandeza desse mar. Não sei porquê me deprimo. A natureza é sempre maior que nossos pequenos dilemas". Acendeu um Derby, deu uma profunda tragada e liberou pequenos círculos de fumaça azulada. "Quem sou eu nesta vida"?

- Você tá aí falando sozinha feito uma louca e deixou a porra do arroz queimar, Janaina.

O momento de contemplação oceânica fora interrompida por Liana, a filha adolescente da família Almeida Carvalho, para a qual a empregada trabalhava há mais de vinte anos:

- Calma, querida, eu faço outro. Têm horas que a gente precisa se encontrar no mundo.
- Se encontra no fogão, senão ninguém come hoje, ok?

Aquele era um natal especial. A família finalmente havia deixado a Ilha do Governador. Seu Almeida agora era vereador. Dona Rosa queria ostentar a nova fase econômica da família. Chamou para a ceia tios, vizinhos, políticos e parentes importantes do Leblon que normalmente ignoravam os convites. A dona da casa dava os últimos retoques na decoração da casa e dos filhos, brigando para escolher a roupa adequada. Volta e meia ia até a cozinha para checar o trabalho de Janaina.

- O que tá havendo contigo, criatura? Está toda aérea hoje! Essa comida já era para estar pronta!
- São aqueles dias em que você tem uma sensação de despertencimento desse mundo, sabe?
- Sei, sei. (A patroa finge que presta atenção). Falando nisso, a cabeça do peru não pertence ao prato. Quer tirar essa coisa nojenta daqui?

Onze horas e as visitas começam a chegar. Paulo sai do quarto com a sua regata predileta mostrando os braços cheios de tatuagem. Recebe o olhar reprovador da mãe, que havia separado uma camisa de botão. Janaina começa a servir. Todos já estão sentados à mesa. Menos a filha caçula.

- Gente, onde esta Liana? Com licença, podem começar sem mim.

Dona Rosa abre portas, banheiros e nada de Liana. Percebe que ela pode ter fugido de novo para a casa do namorado da Ilha.

- Aquela praga sempre voltando praquele muquifo. Será que ela não percebe que nós não somos mais suburbanos?
- Sabe, dona Rosa, às vezes a busca pelas raízes, pelo passado, é a chave para nosso futuro.
- Janaina, me faz dois favores? Um: cala a boca. Dois: vê se o carro está ainda na garagem.

Assim Janaina faz. Passa pela portaria e encontra Liana com a calcinha arreada, arfando embaixo do porteiro. "Liana, isso é hora para fazer isso? Sai de cima dela, Tião!", pega a menina pelos braços e sobe com ela pelo elevador.

O clima já estava pesado. Todos já tinham levantado da mesa. Janaina corre, arrastando a menina para o banheiro, para que ela acabe de se arrumar. Encontra Paulo, o filho do meio, comendo uma prima na pia:
- Paulo! (gritos tomam conta do local)
- Porra, fecha a porta! - esbraveja o garoto.

Janaina estava nervosa. Precisava de mais um cigarro. Precisava ver o mar, sentia-se velha, sozinha. A família para quem trabalhava já não era mais a mesma. As crianças haviam crescido. Dona Rosa, antes uma amiga, agora a tratava com frieza. A empregada correu para a sacada. Passou pela sala como um raio. Desviou de cadeiras, mesas, mesinhas, peruas, engravatados, subiu as escadas tropeçando, atravessou o terraço, passou pela churrasqueira, pegou impulso e se jogou do vigésimo andar.

- Este momento parece uma eternidade. A morte não é um fim. É um novo começo - pensou.

Enquanto despencava em direção à morte, conseguiu ouvir a voz desesperada da patroa:

- Janaina, sua puta! Você não fez as rabanadas!

quarta-feira, dezembro 22


DOGGY-STYLE

O site britânico popbitch foi citado na última Revista de Domingo do Globo como uma das fontes mais "respeitadas" quando o assunto é fofoca sobre celebridades. As notícias enviadas pela equipe do site chegam por e-mail e são narradas por insiders (normalmete faxineiras e gente querendo espalhar notícia). O popbitch já revelou casos curiosos como as traições de David Beckham, as intimidades da Madonna, rompimentos de namoros e acontecimentos inusitados em festas de famosos.

Uma das histórias que leio hoje é sobre a festa de aniversário do Ronaldinho (aquele mesmo, o Fenômeno). No Brasil, o que se tem notícia sobre a comemoração é que o jogador contratou o grupo Samba Tri, diretamente do Rio Grande do Sul, para animar sua festa.

Já o popbitch conta, na matéria entitulada "Shagger of the year", que na festa do namorado de Cicarelli havia oito meninas ajoelhadas, tipo cachorrinho, viradas de frente para a parede. As meninas ficavam assim pois não podiam olhar para a cara de Ronaldo enquanto ele fazia sexo com todas elas.


- Au!

Verdade? Mentira? Bem, vale lembrar que o aniversário do jogador foi em setembro.

* O mesmo site traz também uma foto do presidente Bush pelado. Verdade? Mentira? Não sei. Quem vai confirmar?

PAREI!

Eu gostava da Tori Amos até ela lançar seu novo disco, "Beekeeper". Ainda não ouvi as músicas e nem quero. Um CD com uma capa cafona dessas me assusta. Não consigo entender. Quem aprovou essa "arte"? Vê-se pela cara da Tori Amos na capa que nem ela gostou.

TI METE! Chegou o Natal e você não tem idéia do que dar de presente para a amiga? Calma. Já conhece a Barbie Diana Ross? A cara é esculpida à imagem e semelhança da cantora e "her dress is a dramatic white/silvery glitter printed gown." Tá?

BLOG NOVO. A pergunta enviada para o Queer Questions sugere o seguinte: "Por que vocês, viados, não vão pro inferno de uma vez?".

O blog, que tem como objetivo iluminar as dúvidas cruéis de leitores gays com esclarecimentos também cruéis, responde: "Porque o inferno é muito concorrido, a lista de espera está lotada e os homofóbicos têm preferência."

Tem até um Rômulo por lá pedido ajuda para os conselheiros. E eu não tenho nada a ver com isso.

segunda-feira, dezembro 20


* Se tem uma coisa que eu adoro baixar na internet são vídeos amadores de sexo. Admiro a iniciativa destas pessoas que sentem a necessidade de mostrar para o mundo como elas são capetinhas. O vídeo dessa menina (baixe aqui), por exemplo, consegue ser sensual sem ser vulgar. Gosto muito da parte em que ela faz uma light-siririca. Nota 10.

* Tarot online de cu é rola. Fui consultar o meu Arcano e descobri que sou o Eremita. Segundo o site, tenho "gosto afetivo por pessoas mais velhas ou muito maduras", parte de minha missão é "ajudar pessoas idosas", sinto "afeto por avô ou avó" e minha vida "mudará (materialmente pra melhor) principalmente depois dos 45 anos". O último conselho é "saiba esperar". Poxa, muito obrigado.

* Acordar numa segunda-feira e ter a Regina na capa do Segundo Caderno é um presente, não é mesmo, minha gente?

* Cole Porter: "What a glimpse of paradise. Someone who's naughty showed to someone who's nice"

domingo, dezembro 19



Menino olha o rancho NeverLand, de Michael Jackson, pela janela do ônibus. O cantor fez uma festa lá e convidou inúmeras crianças para curtir um dia de conto de fadas.

sexta-feira, dezembro 17


FIM DE ANO EM COPACABANA


* Não existem mais calçadas. Elas estão tomadas por camelôs e gente. Muita gente! Mulher empurrando carrinho de bebê, famílias enormes de mãos dadas, turistas, gringos... Vou lá no morro comprar uma metralhadora.

* Se você acha que saber falar inglês é só privilégio de rico, tá enganado. Ontem no calçadão, uma menina de rua de 6 anos mostrou mais desenvoltura com a língua que qualquer garota com anos de CCAA. Virou para o gringo e reclamou: "Oh, come on, man. I need more money. I´m hungry!"

* Vamos combinar que essa moda de qualquer um usar camisetas da Abercrombie & Fitch não é nada legal. Ontem vi duas coisas horrorosas vestidas com roupas da marca famosa por exibir, em seus comerciais, modelos americanos perfeitos. Não pode. É passar a mensagem errada. Aconteceria o mesmo se eu resolvesse sair com uma camiseta "100% Negro". Mentira não vale!

* A síndica resolveu enfeitar o prédio com árvore de natal, presentinhos, botinhas e pisca-pisca. Desci do elevador e lá tava ela na portaria. Phelipe, me ajuda? Claro. Pensei que vinha um pedido tipo "levanta a árvore" ou algo parecido, mas nada. Queria saber se tava muito exagerada a decoração. "Se eu colocar essa guirlanda aqui, você acha que é demais?" Disse: "Não. Nada é demais em época natalina. Vamos enfeitar tudo". Olhou fixamente pra mim durante uns segundos. Continuei sério. "Isso mesmo!", disse ela, toda feliz.

* Copacabana tá ficando atoladinha.

quinta-feira, dezembro 16


TOMA, VAGABUNDA!

Todo casamento tem brigas assim como todo trabalho tem confusões e injustiças. Mas como saber até quando agüentar tal situação e dizer um "basta" como fazem os moradores do ex-bairro da capivara e a apresentadora Márcia em seu programa que eu não sei mais em qual emissora passa?

Uma mulher que apanha do marido, por exemplo, já foi desrespeitada o suficiente e não deveria continuar com o casamento. Certo? Não. Não é bem assim que a banda toca. Mesmo com a porrada rolando solta, a vagabunda ama o filho da puta e há uma rola bombando a buceta dela toda noite. Há benefícios. Há laços.

O mesmo acontece com o trabalhador mal remunerado e explorado até os limites. O salário (a pirocada) vem no final do mês e ele continua. Reclama, mas continua. E leva o emprego adiante mesmo não tendo os mesmos motivos "desculpáveis" da vagabunda coberta de hematomas. "Mas e o amor, o lar, os filhos?"

Olha, legal se preocupar com isso. Mas que tal levar em conta o respeito que você merece enquanto pessoa tipo humana, homo sapiens evoluído, pensante e respaldado pela Constituição? Onde está o salário digno? Onde estão as condições básicas para o trabalho? Onde fica a delegacia de mulheres mais próxima?

quarta-feira, dezembro 15


TIPO ASSIM...

Coluna social. Porque ela é a tat-bock e a gente mais riu que trabalhou.

segunda-feira, dezembro 13


MENINOS SUPIMPA. Sábado passado quem apareceu no Saturday Night Live foram os Scissor Sisters. A banda tocou "Comfortably Numb" e "Take Your Mama Out" no programa que tinha como apresentador o ator Colin Farrell. O pessoal táquitá. O The Guardian fez uma matéria especial sobre eles que, segundo o jornal britânico, é a "melhor banda do ano".


O nome 'Scissor Sisters' é uma gíria para fanchas

Na reportagem, o vocalista Jake Shears fala sobre a trajetória dos Scissor Sisters, a benção de Elton John, gays norte-americanos e celebridades que não saem do armário. Ao receber o prêmio de uma revista americana OUT em nome de George Michael, comentou de seu tédio em relação aos gays presentes na festa. "O evento me lembrou como eu ando entediado com gays. Falo em termos gerais. Se você enche uma sala com profissionais gays dos EUA você não consegue distinguir a diferença entre eles e um bando de conservadores republicanos. Todos desesperados em assimilar a cultura hétero", disse Jake.

FISH-BALL-CAT. O road-movie Brown Bunny, de Vincent Gallo, passou pelo Festival do Rio e eu não vi. O que me lembro sobre o filme foi a polêmica cena em que a atriz Chloë Sevigny paga um boquete para Vincent Gallo. Era real? Não era? O pinto era de verdade? E pode isso, minha gente? Pra representar a morte, precisa matar de verdade? E pra fazer uma cena de sexo? Precisa trepar de verdade? Mil questionamentos, mil pentelhações. Bem, o fleshbot capturou a imagem da tão falada cena. Se isso (cuidado ao abrir) é só uma encenação de sexo oral, eu sou a Vera Fischer.

I WAS LIKE, YOU KNOW... O disquinho-legal-da-hora é o novo da Gwen Stefani, "Love Angel Music Baby". A Rollingstone deu quatro estrelas e achou o álbum "an irresistible party: trashy, hedonistic and deeply weird".

Os britânicos do popbitch conseguiram uma declaração da Gwen sobre o processo de compor as músicas com o parceiro: "Tony called me and I was like, 'Dude, I suck.' And he was like, 'Dude, come over.' So I went to his house and a bunch of our friends there were playing these tracks that Tony was doing that were, like, stupid. I was like, "You did not do these." And he's like, 'Yep, you wanna hear your tracks?' And I was like, 'Nuh-uh, you did not.' So he pulls out this one and I'm like, 'Oh my God, that's my song.'" Puxa, que legal, hein, Gwen.

LIMITE! Se eu ouvir mais alguém falando em "exames" finais na faculdade ou no colégio, eu vou enfiar um representante do MV-Brasil no cu de cada um.

PERNÃO, HEIN, TIA? Foto de Madonna para a revista grega Nitro.

domingo, dezembro 12


A CAPIVARA TÁ PUTA

Não só a Cora ficou triste com o caso da capivara fugitiva. O animal gordo também está deprimido. Vivia no bem-bom da Lagoa, era clicado (e filmado) por vários jornalistas, estava na crista da fama e agora, com a chegada da árvore da Natal, recebia o triplo de visitantes no seu habitat luxuoso da zona sul do Rio.

Cansada do assédio, a capivara resolveu dar uma volta em Ipanema. Atravessou a rua no meio de carros e foi parar no Arpoador. Escândalo! A capivara fugiu! Cata ela que ela é nossa!


- Me erra! Me larga!

O animal deu um banho nos bombeiros que a seguiram por horas. Conseguiu nadar até Copacabana, onde foi capturada.

A punição? Foi mandada para uma reserva ambiental em Duque de Caxias, na baixada fluminense. "Sacanagem, porra. Neguinho é filho da puta. Por inveja me afastaram dos flashes e me jogaram na geladeira. Tô revoltada", disse a capivara através de nota divulgada por sua assessoria de imprensa.

* Falando em capivara, tá no Globo: A governadora Rosinha Garotinho sofreu um acidente, por volta das 7h, na altura do quilômetro 10,5 da Avenida Brasil. A governadora, que está sentindo distenções musculares no pescoço, saiu do hospital usando um colar cervical.

Cadê a foto disso, gente? Por favor! Foi capa do Globo de hoje. Peguei a foto e coloquei lá.

sexta-feira, dezembro 10


(COUVE) FLOR
O encontro da rosa com a couve-flor foi relâmpago. A primeira reclamou:

- Que petulância chamarem isso de flor. Veja tua pele áspera, tua cara gorda! Eu sou linda, sedosa. Você cheira mal e eu exalo perfume. Sou sensual sem ser vulgar. Sou envolvente. Teu corpo é pesado. Eu sou delgada, elegante. Eu sou o que se entende por flor.

A couve-flor foi rápida:

- É, mas ninguém te come.

O FURO

Meu nome é Phelipe, tenho 25 anos e sou viciado em arquivos pps. Sim, eu coleciono todos esses "trabalhos" nunca pedidos mas sempre enviados para o meu e-mail. Normalmente dispenso os de bichinhos fofos e de vagabundas dando o cu, mas guardo os que trazem ensinamentos "profundos". Admiro essas palavras, sabe? Acho que eu poderia ser um dos inúmeros filhos da família Garotinho.

O último que recebi, além de ser um dos mais "legais", vinha assinado (e com e-mail). Baixe aqui e veja o que Ria Ellwanger (a montadora de pps) fez, usando fotos do Getty Images, e tocando o meu coração com uma história sobre um furo no barco que salvou vidas. Mandei um e-mail para ela, lógico:

Cara Ria,

Recebi o seu arquivo em pps e me emocionei deveras. Queria dizer que, quando eu tiver filhos, pensarei em todos os buracos possíveis para que eles não caiam nestas armadilhas que a vida coloca ao longo de nossas belas travessias.

beijos,
Phelipe


A resposta? Chegou hoje.

Phelipe,

Muito obrigada e o compartilho do mesmo pensamento que o seu. Tenho 3 filhinhos que amo muito e o cuidado, carinho e amor que tenho por eles são tão grandes que não poderia dizer através desse e-mail que lhe está sendo enviado. Se por acaso algum dia tiveres realmente filho lembre-se que de que o mais importante que o desejo de tê-los para com deus é o que trate-os com amor.

Ria


Que beleza. Eu ganhei meu dia. E você, irmão?

quarta-feira, dezembro 8


NÓIS VAMOS INVADÍ!

Hoje, um pai branco de família branca - todos vestidos com bermuda e meia - fumava dentro da padaria. Levou um esporro do gerente e ouviu altos resmungos de um velho.

Sim, os turistas já chegaram. Mas, calma. O que precisamos fazer é estipular regras e dar dicas para evitar aborrecimentos durante a nossa convivência turista-morador no verão da cidade. Vamos lá:


- How much? How much?

1. Não leve muita coisa para a praia. Deixe a peteca, a comida, o frescobol, o cachorro e as crianças no hotel.
2. Passe protetor. Não é legal ver um pimentão vestindo sunga asa delta nas areias. Nem o Cesar Maia gosta.
3. Seja educado e não fale mal de carioca ou do Rio de Janeiro enquanto passa as férias na porra da cidade.
4. Pode usar sunga com tênis e pochete tranquilamente. No piscinão de Ramos.
5. Coma um joelho. Tome um guaraplus.
6. Ao ver um "famoso global" na rua, não grite. Não peça autógrafo. Não tire foto com ele. Finja que ele é um merda, pois é isso que ele é.
7. Não tenha medo de todo preto pobre que vier em sua direção. Não são todos que querem assaltar. Alguns pedem.
8. Barra da Tijuca não é Rio de Janeiro. Muito menos São Paulo. Então, não perca tempo atravessando o túnel.
9. Se não forem bem recebidos no Rio, podem ir para Niterói. Lá tem a melhor qualidade de vida do mundo (não é?) e o pessoal é carente de visita.
10. Sejam bem-vindos. Aqui pode usar chinelo no shopping. Já comprou as havainas?

A BÊBADA FOI PRO ESTÚDIO

Ao ser homenageada no UK Music Hall of Fame, uma das mais premiações de música mais conceituadas do Reino Unido, Madonna esqueceu que é a comportada mãe de família e foi bebemorar com os amigos no pub (vídeo no madonna-tv).


- Cheers to that!

O que ela anda fazendo além de entornar? Bem, o site da MTV e o oficial da cantora dizem que Madonna já está em estúdio gravando disco novo: "Can't say what it is for just yet, but stay tuned to Madonna.com for more info", diz o site. Filhos de uma mãe bem gorda!

O boato que rola sobre o novo trabalho é que Madonna teria voltado com William Orbit (produtor de Ray of Light) e convidado Martin Gore do Depeche Mode para a produção. Outras fontes dizem que a cantora já tinha músicas suficientes para um disco inteiro antes de viajar com a Re-Invention Tour.

De todas as novidades, a que sai mais rápido é a nova campanha da Versace. O convite feito por Donatella não foi recusado por Madonna, que fotografou a nova coleção exibindo a fitinha vermelha da cabala no braço.

A estilista falou sobre a parceria com a cantora: (ler com sotaque donatellês) "She's a biiiig frrrrrrend of maini and ov mai femily. She´s mor and mor charrrrrming and mor and mor féminine évery-taime iven if she's not in her tuenties enymór". GUERAAAAUT!

terça-feira, dezembro 7


APENAS DUAS GOTAS
O tão aguardado (por quem, hein?) vídeo do perfume Channel Nº5 já está na internet. Nicole Kidman muy bela e Rodrigo Santoro muy caliente estrelam o anúncio dirigido por Baz Luhrmann (de Moulin Rouge).

O custo foi coisa boba. Só para o bolso da atriz foram 12 milhões de dólares. Sei que esse número passa despercebido hoje em dia, mas eu posso repetir: 12 milhões de dólares por um comercial.

Se o anúncio é legal? Perfeito. Tão imponente, meloso e enjoadinho quanto o perfume. Download aqui em 16 MB (mpeg) e aqui em 33 MB (avi). Gracias, Kis.

* problemas de codec no media player, baixa o vlc-0.8.1 aqui e assiste por lá.

segunda-feira, dezembro 6


JU? É VOCÊ?
Tá lá na Veja Online a matéria sobre o mercado de trabalho em crescimento. Na foto, a revista se orgulha da arquiteta Juliana. Assim como eu. Afinal, a designer de móveis quebra conceitos: usa terno, parece um homem e não tem seios.

PORQUEEUNÃOCONSIGOPARARDEOUVIRESSAMÚSICAEVERESSEVÍDEO

Boys keep swinging
(david bowie & brian eno)

Heaven loves ya
The clouds smile for ya
Nothing stands in your way
When you’re a boy
Clothes always fit ya
Life is the pop of a cherry
When you’re a boy.

(when you’re a boy)
You can wear a uniform
(when you’re a boy)
Other boys check you out
(you get a girl)
These are your favorite things
When you’re a boy.

Boys... (3x)
Boys keep swinging
Boys always work it out.

Unpage the colors
Unfurl the flag
Love just kissed you hello
When you’re a boy
They’ll never clone ya
You’re always first on the line
When you’re a boy.

(when you’re a boy)
You can buy a home of your own
(when you’re a boy)
Learn to drive and everything
(you get a girl)
You’ll get your share
When you’re a boy.

Boys keep swinging...

domingo, dezembro 5


"lembre-se sempre q Deus está do lado d quem vai vencer"

O melhor fotolog do ano é o da Carol (dona da frase acima). Tipo, cara, a menina sofre muito com suas celulites e barriga de chopp.


"Definitivamente eu necessito emagrecer...a celulite toma conta do meu ser!"

Nessa foto, por exemplo, a legenda nos conta sobre sua problemática domiciliar: "No domingo a bagunça começou...pqp...deu cupim no meu guarda roupa...cupim naum né...akilo eram monstros =]...uhauhauha...aí tive q desmosntar e tipo q até hj td do meu quarto tá na sala".

E, tipo assim, em outra foto, ficamos sabendo dos vícios que atrapalham sua vida e alguns problemas de saúde: "Ecaaaaaaa...tava com alergia atrás da orelha...sab qq isso? é abacaxi...eu sou alérgica e ADOOOOORO abacaxi..."

Necessário. Acompanho como uma novela.

quinta-feira, dezembro 2


YOU CAN SLEEP WHILE I DRIVE

Garota se apaixona por outra jovem e foge para Santos.

O amor não é lindo? A matéria do Globo conta que a adolescente de 16 anos, de Duque de Caxias, conversava com a santista de 19 anos através de salas de bate-papo. As polícias civis do Rio e de São Paulo foram acionadas pelos pais da carioca. Após cinco meses de relacionamento virtual, a garota foi "convencida" a fugir de casa. Ficou 25 dias curtindo as boates da Ilha Porchat (isso é por minha conta) antes de ser localizada pela polícia.

A mãe teve de contar a verdade para os policiais. Disse que a filha "se apaixonou por uma pessoa" que conheceu na internet e se rebelou ao ter sua opção sexual descoberta pelos pais. Segundo os policiais, a mãe reprovou a atitude da filha e não permitiu que ela ficasse na casa com a adolescente.

Poxa, mãe, deixa a sapinha. Nessa idade, muita gente já tá parindo, casando, sendo chefe de empresa, atriz e modelo internacional, sabendo o que quer da vida. Se vai quebrar a cara, paciência. Vai acabar se enfiando na casa de outra. Perdeu, tia. Mas seja compreensível. Qualquer um que resolva abandonar Caxias tá fazendo um bom negócio.

A história das duas, no entanto, é típica de meninas que amam meninas. Conhecem a música You Can Sleep While I Drive, "duetada" entre as cantoras (também lésbicas) KD Lang e Melissa Etheridge? É a perfeita trilha-sonora do acontecido.

A letra convida a menina para fugir de moto "daquela cidade". Que ela já encheu o tanque, não quer ficar sozinha e que a gatinha pode dormir enquanto ela dirige. Abaixo, a letra:

You can sleep while I drive
de Melissa Etheridge

Come on baby let's get out of this town
I got a full tank of gas with the top rolled down
There's a chill in my bones
I don't want to be left alone
So baby you can sleep while I drive
I'll pack my bag and load up my guitar
In my pocket I'll carry my harp
I got some money I saved
Enough to get underway
And baby you can sleep while I drive

We'll go thorough Tucson up to Santa Fe
And Barbara in Nashville says we're welcome to stay
I'll buy you glasses in Texas a hat from New Orleans
And in the morning you can tell me your dreams

You know I've seen it before
This mist that covers your eyes
You've been looking for something
That's not in your life
My intentions are true
Won't you take me with you
And baby you can sleep while I drive...



- Sobe aí, princesa!

CUSPINDO NO PRATO QUE COMEU?

"Que profissão de merda. Vocês, fotógrafos, não têm jeito."

A frase acima, de Luma Oliveira, foi dita para o repórter Cassiano de Souza, enviado pela revista CARAS, dia 27 de novembro, para cobrir o passeio da (musa?) do carnaval, na Bahia, com um suposto novo namorado.

CARAS traz o relato do fotógrafo que foi "espancado, coagido, ameaçado de morte diversas vezes, roubado, com seu material indevidamente apreendido":

O fotógrafo iria fazer uma foto dela e de seu acompanhante na praia. Mais tarde, à distância, de um morro, Cassiano fotografou Luma e seu acompanhante chegando à praia. No sábado à noite, o profissional da revista foi abordado na recepção do hotel pelo acompanhante de Luma. Para o fotógrafo, e sem revelar seu nome, ele disse ser da Polícia Federal. "Ele me disse que era da Polícia Federal, me perguntou se eu era fotógrafo. Eu respondi que sim. Ele disse que eu estava atrapalhando uma investigação federal. Disse que estava armado e que me levaria à polícia. Fomos até o restaurante. Sentamos para conversar enquanto eu jantava. Ele me pediu para ver o que eu tinha fotografado no hotel. Falei que mostraria desde que ele mostrasse também uma identificação, uma coisa oficial. Aí ele ficou extremamente agressivo, insistia para ver as fotos. Como ele não mostrou nenhum documento, eu disse que não mostraria nada também.

Ele levantou-se da mesa e foi sentar-se em outra mesa, com a Luma e essa senhora, que ele disse se chamar 'delegada dra. Regina'. Essa senhora ligou para o Nelson Moraes, um dos donos do hotel. Nelson veio sentar-se comigo, e disse ser um dos proprietários. Eu o cumprimentei, um pouco aliviado. Falei: 'Prazer. Ainda bem que o senhor veio sentar-se aqui porque aquele sujeito disse que está armado e quer revistar minhas coisas, mas não me presentou nada, nenhuma identificação.'" O Nelson, então, quis saber para quem eu estava trabalhando, perguntava quem tinha me mandado ali, se era o Eike (Batista).

Enquanto ele falava comigo, três seguranças do hotel se posicionaram, atrás do Nelson, e ficavam manipulando revólveres ostensivamente. Me senti ameaçado. Disse que fazia parte de meu trabalho fotografar celebridades, como a Luma. Continuamos a conversar e eu disse que era da CARAS e que queria fotografar a Luma. E ele começou a quebrar meu equipamento. Chamou seus outros sócios, Renato Guedes e um tal de Marcio, e disse que o Renato, por entender mais de tecnologia, iria ver meu equipamento. O Renato pegou minha mochila, nos dirigimos para meu quarto com mais três seguranças. Chegando lá, a porta estava aberta e todas as minhas coisas completamente reviradas. Até o cofre tinha sido aberto, tudo na maior bagunça, minhas roupas estavam espalhadas, tinham mexido em tudo. Fiquei bastante preocupado.

Pedi por favor para me deixarem ir embora, pois não tinha feito nada demais. Ele falou: 'É bom você mostrar tudo, porque isso não vai ficar assim.' As ameaças e gritos foram crescendo. O Renato pegou todo o equipamento, inclusive os cartões, colocou na minha mochila e saiu. Disse para eu arrumar minhas coisas, pegar tudo que estava espalhado pelo chão, que eu iria embora naquela hora. Os seguranças, armados e me encarando, ficaram na porta do quarto enquanto eu arrumava as minhas coisas."

A partir daí, começaria um drama muito maior. "Dois seguranças me colocaram num carro Celta branco. Já passava da meia-noite. Rodaram comigo por lugares escuros e afastados do resort, me ameaçando sem parar. Diziam que iam me matar e jogar meu corpo num rio e ninguém saberia de mim. 'A gente vai te matar, você vai sumir do mapa', repetiam. Eu estava no meio do nada, apavorado.

Após várias voltas, fui levado para a recepção. Lá estava o acompanhante da Luma (Sigmar), o Nelson e o Renato, e mais seguranças. Me levaram para uma sala da administração, que tinha partes das paredes de vidro transparente. Dava para ver a Luma do outro lado, a tal da 'dra. Regina', com outras pessoas que, imagino, eram funcionários do hotel. Luma me olhava de lá. Revistaram todas as minhas coisas novamente. Não encontraram nada, porque, aliás, não havia nada. Eu já tinha deletado as poucas fotos feitas na praia. Estava com medo. Falei para o Renato: 'Viu que disse a verdade? Por favor, me deixa ir embora.' Neste instante, o acompanhante de Luma, aos berros, mandou eu tirar a roupa inteira. Fiquei ali, com medo, constrangido e totalmente nu. O Nelson já tinha saído da sala, mas o Renato, o acompanhante da Luma e os seguranças estavam lá. Dava para ver a Luma do outro lado. Foi humilhante. Me vesti e a Luma entrou na sala e me disse: "Que profissão de merda. Vocês, fotógrafos, não têm jeito". E saiu.

O acompanhante da Luma, esse moreno, não parava de me ameçar. Xerocou todos os meus documentos. Dizia que, se essa história vazasse, eu estaria morto, de verdade. Que não era para ninguém ficar sabendo de nada. Disse várias vezes, gritando: 'Isso não é uma ameaça, é um aviso!' Me levaram até a recepção, eu paguei a conta e saí para fora com os seguranças. Eles me empurarram e quando eu caí, começaram a me chutar. Eram três, eu nem reagia. Levei socos no rosto e muitos chutes. Depois, me colocaram no carro e, a mando do Nelson, me levaram para uma pousada em Itacaré.

Fiz check in e fui para um quarto, acabado. Já era umas cinco horas da manhã. Dois motoqueiros ficaram vigiando o hotel. Meu celular não fucionava e vi que toda a agenda havia sido apagada. De um orelhão, liguei para meu editor em São Paulo pedindo ajuda, mas estava com tanto medo que não queria que ele falasse para ninguém. Arrumei uma pessoa para me levar até Ilhéus, onde uma equipe da Globo, avisada pela revista, me esperava no aeroporto para me dar uma assistência", relata o fotógrafo, bastante abalado. "Foi um horror! Eu estava apenas trabalhando, não violei nenhuma lei, não ofereci resistência a mostrar o material. Me ameaçaram de morte, me bateram, humilharam, fui seqüestrado, coagido, roubado, tudo. Até agora estou abalado. Só quero que tudo seja esclarecido e os responsáveis - todos os que participaram desse absurdo - punidos!", disse Cassiano de Souza, na segunda-feira, já em São Paulo.


O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro escreve:

"Manifestamos total solidariedade à vítima, à revista Caras e a todos os repórteres fotográficos atingidos em sua dignidade por policiais truculentos, empresários míopes, seguranças clandestinos e celebridades deslumbradas. Que o episódio não intimide a ousadia típica da profissão - muito pelo contrário, que a punição dos criminosos e seus cúmplices reforce a idéia de que este é um país no qual a imprensa não se acovardada diante de gorilas."

Luma arranjou confusão feia com a imprensa. Será que alguém mais fotografa calcinha aparecendo? Como vai ser esse Carnaval? Boicote seria pouco.