<BODY> philipinas: Março 2004

quarta-feira, março 31


Momento Contigo! (para Camila)

* Rodrigo Amarante, guitarrista dos Los Hermanos, participou hoje da mini-guerra entre guardas municipais e camelôs no Centro do Rio. Espantado com as explosões das bombas de efeito moral, Rodrigo protegeu a namorada e se escondeu dentro de um restaurante na Rua do Rosário. Quando a confusão terminou e as pessoas tomaram os seus rumos, ele ficou. A namorada ainda estava com medo.

* Sinal dos tempos: se Regina Duarte é (ou foi) a “namoradinha do Brasil”, a Deborah Secco é, com certeza, a “putinha do Brasil”. Nada contra. Não acho ofensiva a nomeação. Afinal, as safadas são preferência mundial. Deborah Secco já teve mil namorados, fez aparições com peitinho escapulindo do decote, apareceu nua em outdoors de escola de samba, mais de mil revistas playboy, declarações picantes, uma maravilha! Não dá pra se entediar com ela. Mas a pergunta que fica é: quantas que o Falcão, do Rappa, dá sem tirar?

* Eu não assisto mais o Big Brother. Agora que Solange - a pessoa mais sem noção - saiu, não tem mais graça. Momentos narcisos felizes em frente ao espelho, burrice descontrolada, danças irritantes e cantorias embromation não existem mais. Aliás, viram o vídeo da briga dela e da Marcela que a Globo não colocou no ar? A baixaria tá aqui pra quem quiser baixar.

* Tá bom. Eu não tenho idade pra poder falar onde eu estava quando ouvi a notícia da morte de Getúlio Vargas. Nem pra dizer o que eu fazia em 31 de março de 1964. Mas eu lembro perfeitamente a primeira vez que vi "Trainspotting". Isso serve?

terça-feira, março 30


Gays e meninas criam luta para se defender de pitboys

Meninas e homossexuais que frequentam a noite, desprotegidos e vítimas da violência organizada por pitboys, criaram um novo tipo de luta apelidada de “Catarina”. Inspirados no ciclone que devastou cidades no sul do Brasil, saem rodopiando pela pista de dança em alta velocidade, derrubando copos, bonés, cigarros e pessoas.

Luciana Veiga, estudante de direito, antes de sair de casa, liga para as amigas e combina a noite que está por vir: “Olha só, galera. Vamos fazer a Catarina hoje lá na Bunker. Levem bolsas grandes e usem bastante presilha nos cabelos", combina, no telefone em viva-voz, com três amigas.

As boates cariocas, preocupadas com o novo tipo de agressão, dobraram o número de seguranças. O organizador de festas da boate Dama de Ferro, Luís Oswaldo, se preocupa com a violência que, agora, vem de todos os lados: “Eu já vi bicha rodando de braços abertos, gritando como se fosse sirene de ambulância e cegando algumas pessoas que dançavam tranqüilamente. Um terror", disse.

domingo, março 28


For the children

No domingo, dia 21 de março, Ancelmo Góis (a maior fofoqueira do Rio), publicou uma nota em sua coluna dizendo que o cantor Felipe Dylon tinha agredido dois homossexuais na praia de Ipanema, em 2002. O assunto deu o que falar. No site oficial do cantor, os assessores de imprensa tentam explicar o motivo da agressão:

Esclarecimento Oficial

Na época do fato mencionado acima, Felipe Dylon tinha 14 anos. Ele e dois amigos estavam na água surfando e avistaram um casal de homossexuais em atos obscenos, em um horário impróprio onde estava cheio de crianças na praia. Quando os garotos abordaram os envolvidos para pararem com o que estava acontecendo, os rapazes revidaram verbalmente iniciando um conflito, o que ocasionou o uso das pranchas de surf como forma de defesa. Foi afirmado ainda, que Felipe prestaria depoimento, no dia 26 de abril, na 2ª Vara de Infância e Juventude. Por enquanto, nem Felipe, nem seus responsáveis, foram informados por nenhum órgão público a respeito deste depoimento. Esperando o comunicado oficial, o cantor prestará esclarecimentos à justiça da mesma forma que prestou no ano passado, quando também foi chamado para prestar depoimentos.

O cantor Felipe Dylon reprova, de todas as maneiras, o preconceito e a violência entre as pessoas.


Então tá tudo explicado. O cantor, assim como Michael Jackson, faz tudo pelas crianças. Mas protegê-las do quê? Alguém poderia perguntar isso pro Felipe Dylon. A história ia ficar mais engraçada. Pra não dizer mais triste.

quarta-feira, março 24


* Como todos sabem, um dos meus hobbies é navegar por fotologues. E andando de galho em galho, reparei na quantidade de bichas que usam o apelido "toxic" (provavelmente por causa da música de Britney Spears). Tem coisa mais ridícula? Sei que não devo esperar nenhum tipo de originalidade no fotolog.net (a favelinha brasileira da internet) e que se a bagacenta do pop fizer outra música em que, sei lá, tenha a palavra "bombastic" (porque tá na moda esse negócio de bomba), vai todo mundo usar tal expressão novamente. Você pode até dizer que o nick usado é justo, já que a maioria é tóxica mesmo, com corpos cheios de bomba, ecstasy e álcool, mas eles poderiam ser menos óbvios. O meu medo é se isso passa pelo monitor. Passa?

* JX achou uma colméia e resolveu cutucar. Já foram lá?

* Já viram aquele programa do SBT, Falando Francamente, em que a "jornalista" Sonia Abrão lê e explica as revistas de fofoca para os telespectadores? Tenho uma aula que é coisa parecida. Só que ao invés de revistas Contigo, Caras e Minha Novela, a minha professora Sônia Abrão lê a Folha, o Globo e a Gazeta Mercantil. E explica, claro, com um ego muito maior que o da "apresentadora". Sei que "entender" o jornal é mais enriquecedor que saber qual atriz está namorando tal cantor, mas nunca gostei de comida mastigada. E ter que aturar aluna pedindo pra explicar a briga entre Hamas e Sharon é vomitante. A aula seria mais interessante se ela nos mandasse escrever. E parasse para explicar somente porquê a gente escreve mal. É isso o que se espera de uma aula de "Texto em Jornalismo Cotidiano". Mas vai fazer a Sônia Abrão entender isso.

* Courtney Love está se drogando de novo (se é que algum dia parou). Quem viu ela no Letterman sabe do que eu tô falando. Nem uma criança de 6 anos tem toda aquela energia e fogo no rabo. Sobre a entrevista cheia de censura, alimentada pela postura rockstar de Courtney, nenhuma novidade. Madonna já fez aquilo tudo. Foi como ver a refilmagem de um clássico: que nunca é tão bom quanto o original.

terça-feira, março 23


Blllrrrrrrrr

Francesca tem Síndrome de Down. Nascida no Norte Europeu, adora pintar animais e flores. Já a sua amiga, a negra Tatjana, adora viajar e é uma perfeita socialite.

Conheça todos os seus coleguinhas em Down Syndrome Dolls.

segunda-feira, março 22


Quem mandou mentir?

O telefone toca. É a secretária (lembra dela? a evangélica gorda?) perguntando sobre a Cicrana de Oliveira. Mas ela não está. O papo educado segue. E aí, Phelipe? Quanto tempo. Como foi o final de semana? Aí, o idiota querendo incrementar um sábado e domingo que passou em casa, disse que não fez nada demais, que ficou à toa, foi ao cinema. Cinema? Que filme você foi ver? Putz, ela quer conversar mesmo. Tenho que pensar rápido. O primeiro que vem a cabeça? Lógico: A Paixão de Cristo! Ah, e aí? Gostou? Hmmmm, que tipo de resposta não daria margens para maiores comentários? Bem, é muito violento. Ela faz uma pausa. Você é de qual religião?

Pronto. Aqui eu senti que já tava fodido. Acho que posso dizer que sou católico. Ela continua. Ah, então é por isso que você não entendeu. O filme nos mostra como Jesus sofreu por nós, na cruz e toda a trajetória dele e o quanto ele merece a nossa misericórida aqui na terra, bla bla bla. Eu tento interromper, mas é quase impossível. Ela finaliza dizendo que tá doida pra ver o filme. Peraí! Ela falou com toda propriedade e, assim como eu, nem viu o filme? Mas calma. Ela tá louca pra ver: o pastor alugou (?!) "A Paixão de Cristo" e vai passar num cinema lá de Niterói. Eu digo que tenho que desligar.

Bem feito.

Mais: "Paixão" transforma cinemas em igrejas.

domingo, março 21


Madonna anuncia turnê: woo-hoo

A nova turnê da Madonna foi anunciada oficialmente. Com o nome de “2004 Re-Invention World Tour”, a cantora promete Re-Visitar os seus maiores sucessos (como Vogue, Into the Groove, etc). Não sei se vocês repararam, mas existe a palavra World perto de Tour. O que nos leva a Re-Pensar que Madonna é uma filha da puta. Uma turnê mundial não devia ter datas marcadas só para cidades da Europa, EUA e Canadá (como pode ser visto em seu site oficial). Ou seja, nada de Brasil. Nem América Latina, ou Japão, ou Austrália. O que ela pensa da vida?


- Miau!


A fofoca sobre o set-list já anda rondando todos os fóruns online sobre a cantora. Se eu tô empolgadinho? Tô sim. Tem músicas dos anos 80, aqui embaixo, que não dá para imaginar Madonna cantando atualmente:

Bedtime Story
Skin
American Life
Music
Nothing Realy matters
Love Profusion
Nothing Fails
Like a prayer
Nobody knows me
Hollywood
Take a bow
Live to tell / Borderline
Crazy for you
Die another day
Justify my love
Into the groove
Vogue
Deeper and deeper
Lucky Star
Like a Virgin
Easy ride


Depois disso tudo, fica a pergunta: Se a Madonna Re-Vier pro Brasil, que marca deve patrocinar o espetáculo? Brahma ou Nova Schin? Só uma coisa é certa. Essa brincadeira com o “Re” da turnê é totalmente Re-dícula.

* Quem quiser acompanhar o burburinho que esse tipo de notícia traz, o site Madonnalicious tem atualizações absurdas.

sexta-feira, março 19


Roses realy smell like poo, poo, poo

Se você tem saudades do Michael Jackson na época de "Beat it", se você precisa de novidade, de senso de humor na música pop, se tá cansado das cabritas teens e precisa de boa música, a solução dos seus problemas acabou de chegar. Tá, sem palhaçada.

O próximo single do Outkast é "Roses" - uma das minhas prediletas do disco. O clipe feito para a música de Andre, no seu "The Love Below", tem várias participações especiais de humoristas e ainda traz a cantora Paula Abdul (ironizando a sua colaboração no programa American Idol).

Para saber o que acontece com a Caroline: the reason for the word bitch, clique aqui.

Rapidinhas:

- Me chama de cadela no cio!
- Vaca!
- Me chama de freira gostosinha, chama.
- Vadia!
- Me bate! (Tapas, mãos, respiração ofegante) Me chama de Raquel!
- ...
- Me chama de Raquel!
- Por quê?
- É o nome da secretária que você come. Eu tô sabendo de tudo, Ivan!
- Porra, Marisa! E isso é hora? - levanta as calças e sai.

***


- Sério? Você nunca traiu sua mulher? Tá brincando! Todo mundo trai!
- Nem todo mundo. Tô aqui pra provar.
- Como pode? Tu é idiota? A dona da limpeza trai, a secretária do Seu Olavo, a estagiária. Falo e posso provar. Já passei a vara em todas elas.
- Eu sei. Todo mundo sabe. Outro boato que rola também é que teu pau é do tamanho do teu cérebro.
- Como assim?

***


- Eu sei. Entendo o que você quer dizer. A pessoa pode até ser forte, mas nada adianta quando a carne é fraca. A traição acontece assim.
- Besteira, Suzana. Se você é forte, consegue controlar a carne fraca. Esse papo é coisa de vagabunda!
- ...
- Se o que você sente pelo seu marido é amor, não vai ser a carne, um prazer momentâneo, que vai te desviar disso.
- ...
- Chupa aqui meu pau, vai. (abaixa as calças).

***


- Mãe, o que é piroca?
- Filha! Não repete esse nome!
- Foi o Tio Vadinho que falou...
- O quê? Quando foi isso?
- No quarto, com meu irmão. Disse pro Juninho sentar.
- Meu Deus do céu! O que esse monstro fez com o meu filho?
- Nada, mãe. Ele gostou...

***


- Oi, você ligou para a Glorinha Estrela. Eu vou ser a sua escrava esta noite. Você está preparado, meu amo louco de tesão e excitação?
- ...
- Eu estou. Estou toda molhadinha, toda abertinha, de calcinha...esfregando-me levemente por sobre meus dedos e vou me descendo vagarosamente por dentro de toda minha vagina que está molhadamente cheia e intensamente com puro prazer grandioso.
- Puta que pariu.
- Alô?... Alô?

quinta-feira, março 18


* Hoje, na coluna do Joaquim Ferreira dos Santos:

Classificados:

Procura-se homem, entre 25 e 40 anos, com no mínimo 1,77m e no máximo 98 quilos, branco, musculoso e faturando acima de R$ 5 mil mensais. O perfil resume o parceiro ideal para a BBB Juliana, que procurou esse sonho de consumo feminino no site Par Perfeito, onde se registrou, antes do programa, como Jully-Blond.


Claro que eu fui lá no site tentar encontrar o perfil da Bebebê. E descobri que o acesso ao Par Perfeito, aqui no trabalho, está bloqueado. Merda!

* Barraco: Quanto ao Clodovil, que anda esculhambando a Marta Suplicy, não resta dúvida que ele é maluco. Essa confusão toda é só uma confirmação. Chamar a prefeita de "perua", "idiota" e "inútil" é deselegante. Os advogados da Marta já avisaram que podem processar. Ele ele não está nem aí: "não tiro uma palavra". Até agora, nenhuma declaração da prefeita. Óbvio. Não dá pra levar Clodovil em consideração. O ex-estilista poderia ser comparado (e entendido) como Dercy Gonçalves: uma velha que fala as besteiras que bem entende. Mas Dercy é bem humorada. As declarações do "apresentador" são rancorosas, burras e egocêntricas. Gente assim não me diverte. Me assusta.

* O que vocês fazem no trabalho quando o fotolog tá fora do ar?

quarta-feira, março 17


* Sabe o que a prefeitura do Rio vai fazer? Gastar uns R$ 570 mil para instalar mais 14 “Cuca-Fresca” pela cidade. Quem mora aqui sabe bem o que é isso. Trata-se de um borrifador de vapor de água que fica pelo calçadão de Copacabana e Ipanema (não sei do Leblon, não visito esse bairro). Você aperta o botãozinho e se refresca com o vaporzinho em cima de você. Não tem coisa mais idiota. Mas é sucesso entre mendigos, velhos e crianças, que chegam a fazer fila para tomar banho. Enfim, um ótimo investimento. Parabéns, César.

* Resolvi ler meu horóscopo hoje: Dia muito bom para melhorar seu senso estético, com a lua em Aquário. Redecore sua casa, mude os móveis de lugar, troque os quadros na parede. Pronto, tudo novo.

Ok, mas é que, primeiro, eu tenho que lavar a louça acumulada, mandar a roupa suja pra lavanderia e arrumar meu quarto. Não dá pra fazer essa redecoração outro dia? Dá pra repetir esse horóscopo no sábado?

* Comprei a Contigo! nova. Tá bem melhor. Um misto de "Caras" e "Istoé Gente' querendo ser a "People" americana. Na capa, Luma de Oliveira, claro. Não agüento mais ouvir essa história de putas e milionários, mas li assim mesmo. Um dos furos que a revista traz são as fotos do celular do bombeiro com as mensagens que a Luma teria enviado para ele. Uma delas dizia assim: “Quiz terminar com ele. É um direito meu”. Alguém tem dúvida que foi ela? Quis com "z"?

* Entrei na Reuters Television e fiz a festa. Deu pra ver o Prince no Rock and Roll - Hall of Fame, o novo clipe da Janet (agora super fofa – fazendo compras fofas no supermercado) e a estréia do novo filme do Almodóvar, “La mala educación”, em Madri.

* Queria dedicar esse último asterisco pros meus amigos, pra minha mãe, meu pai, minha irmã e pra você, Xuxa.

segunda-feira, março 15


Tipo

Solange queria fazer tudo errado. Tinha acertado demais, posto limites pelos caminhos. Queria terminar com o namorado, sair de casa, trancar a faculdade, largar o emprego e viajar. “Vou dar muito a buceta. Vou pro Rio de Janeiro me acabar”, disse para o pai. Chamou Maria Rita, sua amiga fumante e acima do peso - uma especialista em fazer coisas erradas - e abandonou Belo Horizonte”.

Combinaram que, durante a viagem, jogariam coisas pela janela. “Mas tem que ser uma coisa que te faz pior. E que faça lembrar BH. Temos que cortar esse cordão umbilical de sentimentos”, disse Maria Rita antes de jogar sacos e mais sacos de pão de queijo pela estrada. Solange jogou o computador. “Isso é coisa de nerd. No Rio eu vou malhar, beber, fumar, dar o cu e nem vou ter tempo pra usar isso. E também, meu HD tá cheio de mp3 do Milton Nascimento”.

Dividiram uma quitinete em Copacabana. Arrumaram emprego em um shopping da zona sul. Solange na Hugo Boss e Maria Rita numa pet-shop. Saíam para as boates e levavam homens para casa. E meninas, às vezes: “Mas nós não somos lésbicas. Somos tipo a Tatu”, explicavam para uma menina.

No mês seguinte, Solange saiu com Marlos, um cliente assíduo da loja. Apaixonou-se. Mas não queria se envolver. “Maria, ele tá fazendo muitos planos. Estamos juntos há 3 meses. Tô com medo”, desabafou com a amiga. Quando visitou a casa do namorado na Gávea, mudou de idéia e foi morar com ele. Marlos era o solteiro ideal. Rico, inteligente e limpo. “E nem é gay”, disse para a mãe ao telefone.

O casamento veio dois anos depois. A noiva queria na Igreja Candelária. A sogra adorou a idéia. Até chorou. Solange tinha largado o comércio. Trabalhava na firma de engenharia da família há um ano. Maria Rita não recebeu convite para o casamento. Tinha engordado 50 quilos e a amiga não queria que os convidados sentissem nojo no jantar que aconteceria depois da cerimônia. “Tenho que eliminar tudo de errado do meu passado. E ela é um erro. Eu sou tipo a Madonna agora”, disse para Marlos.

O dia chegou: igreja decorada, pessoas bonitas, Ave Maria cantada por Milton Nascimento (amigo íntimo da família), padre com péssima dicção e agora pode beijar a noiva. Solange chorava de emoção. Passando pelo vão entre os bancos, acenou para todos os conhecidos, recebeu arroz no rosto, flashes, abraços e só foi interrompida quando um corpo caiu, balançando em sua frente. Maria Rita tinha se enforcado. Os gritos foram muitos e Solange tentou acalmar o pessoal: “Vocês vão comer logo em seguida”. Mães tampavam os olhos das crianças que soluçavam de tanto chorar. Solange não podia acreditar no que via: “Meu Deus... Gente, a Maria Rita tinha que eliminar tudo que era ruim pra ela. Era um trato nosso. Ela é tipo o Tiradentes”.

sexta-feira, março 12


Deus, por favor, apareça na televisão

Não sei se em outras estradas brasileiras acontece o mesmo. Mas naquelas que atravessam o Rio de Janeiro, o outdoor com a pergunta "E se o Senhor Jesus Cristo voltasse agora?" é onipresente. Aparece de 10 em 10 minutos. Você está tranqüilo, viajando e a pergunta passa. O que assusta não é a dúvida sobre o que iria acontecer se Jesus voltasse. E sim quem está pagando por essa “propaganda”. Desconfio o óbvio: só pode ser a igreja evangélica. Mas fico em dúvida. Acho que eles assinariam o outdoor. Eles sabem muito bem (assim como o Padre Marcelo) que a propaganda é a alma do negócio (no caso, do negócio da alma).

Eu poderia falar sobre a tentativa terrorista da pergunta, o medo que ela carrega ou tentar descobrir a sua intenção. Mas a pergunta é tão boa que, durante a viagem, fiquei pensando em respostas.



Acho que se Jesus voltasse, ele teria que ver “A Paixão de Cristo” do Mel Gibson. Não acha? Quem mais poderia dizer se o filme é condizente com a realidade? Queremos a opinião de Jesus sobre os figurinos, os exageros, as mentiras, se ele tinha mesmo um caso com a Maria Madalena, se é verdade que Maria, sua mãe, é virgem e por aí vai. Imagine quantas entrevistas ele daria, em quantas capas estaria... Se o Papa é pop, imagine Jesus. Depois de assistir o filme sobre sua Paixão no UCI, sei lá, ele poderia ir pro Outback comer a comida que o pai dele criou. Nada mais justo. O cara sofreu muito por nós.

Ainda sobre a cobertura da imprensa sobre a sua volta, acharia injusto se ele desse entrevista só pra Time. E pra Hebe? Teria que sentar no sofá dela, de sandálias, e receber apertões “gracinha” na bochecha. Dá pra imaginar, também, os assessores de Bush negociando uma foto com o filho de Deus, a Ana Paula Padrão seduzindo por uma exclusiva e a quantidade de religiosos famosos o seguindo como se fossem apóstolos.

Não acho que ele teria que consertar nada por aqui. Nem resolver o problema da violência no Rio. A cagada é nossa. Ele não tem nada a ver com isso. E se alguém pedisse, Jesus provavelmente diria: “Já morristes por tus uma vez, não dareis-lhes-te uma segunda vez. Estais matandos-lhes-vos por dinheiro. Que lhes-fodam-tes”.

quinta-feira, março 11


O que eu fiz?

O porquê do castigo é difícil saber. Mas o pagamento é facilmente identificado e aparece quando você menos espera. Aquele terrorismo que sua mãe católica fazia quando falava "não faz isso senão Deus castiga" pode ser pura verdade. Pense bem antes de ser mal. Você pode acabar tendo um dia como o meu. Eu mereço?

O que eu fiz pra ter que acordar hoje, às 6 da manhã, ir para a Praça XV, pegar uma barca para Niterói, encontrar uma mulher nadavê do trabalho, entrar com ela (e mais duas outras pessoas) numa kombi (vocês me ouviram? uma kombi) e viajar até Macaé pra cobrir uma conferência que só iria começar às 15:00? Me explica como alguém pode começar bem um dia como este.


- Oi! Moço! Posso descer e pegar um táxi?


O tal evento marcado pra 3 da tarde só começou às 5 e foi até 8 da noite. Beleza. Depois disso, só mais duas horas de volta pro Rio: numa kombi. Ora, não reclame. Estamos no novo complexo monstruoso e super-ultra-moderno de Macaé. - As instalações são perfeitas. Isso aqui é gigantesco. - disse a colega de trabalho. Tá, eu sei. Mas é que eu cheguei de manhã e tô até agora sem almoçar. Esse centro de convenções fica no meio do deserto e não tem uma porra dum lugar preu comer. Que adianta ter todo esse aparato tecnológico se nem uma porra dum bebedouro, ou uma cantina, ele tem?

Claro que não me exaltei assim. Tentei me controlar. Afinal, as celebridades políticas do estado estavam por ali, comemorando o desenvolvimento da cidade. Desenvolve isso aqui ó!

O meu bom humor só foi aparecer quando a música de Macaé foi executada após o "Ouviram do Ipiranga". Os presentes cidadãos, inclusive o prefeito da cidade, não só cantavam, mas gritavam e dançavam com o hino horroroso macaense. Eu tenho isso gravado. Teria como cometer mais um pecado e divulgar o vídeo pra imprensa?

terça-feira, março 9


Morena Gil?

 Carol Magalhães, filha do rei da Bahia, é a nova aposta – além das inúmeras - de Marlene Mattos para a televisão brasileira . A famosa família baiana deve estar na torcida. Abaixo, um diálogo fictício onde a mãe de Carol tenta convencer a filha a fazer o tal ensaio sensual para a Revista Trip:

- A Preta Gil também fez. Você devia fazer que nem ela, minha filha... Viu o status dela? Famosa em todo o Brasil. Cantora famosa... E olha que é preta. E gorda!
- Mãe! Que horror!
- E a menina é filha de Gilberto Gil, um ministro sem muita importância. Você que devia estar ganhando toda a atenção da mídia. Imagina só! Você é neta do homem! O Gil nem sigla tem. Só gente importante tem sigla: ACM, FHC, FMI,...
- Legal! Eu posso ser Carol Magalhães, a "CM"!
- Isso! E você é bonita! Tira um pouco de roupa pra qualquer revista e pronto! Só não vai tirar muito que seu avô me mata.
- Pode deixar. Mas o que eu posso falar de interessante pra revista? Preta Gil foi lésbica, drogada, controversa... Vai ser difícil chamar mais atenção.
- Você namorou o Marcos Mion. Fala que o pau dele é pequeno...
- Mãe!

segunda-feira, março 8



"Feliz Dia das Mulheres...."

sábado, março 6


Qual sua música predileta dos Beatles?

É uma boa pergunta para conhecer melhor alguém. Dá pra julgar o bom gosto do indivíduo, saber o que ele pensa e o que sente. Afinal, os Beatles têm um repertório musical vasto. Os quatro de Liverpool já foram boy band, drogados, roqueiros pesados, experimentais, pacíficos, românticos e por aí vai. Então, use a pergunta. Não é exigir muito. A banda é famosa, todo mundo conhece. E se a primeira resposta é "eu não gosto de Beatles", dispensa logo de cara. Corta da vida. Quem não gosta de Beatles, boa pessoa não é.



Por exemplo, se a pessoa responde "Help", não conhece a banda de verdade. Foi, provavelmente, a primeira resposta que veio à cabeça. É como responder "Você é linda" pra Caetano Veloso. Descarta. Tente alguém mais criativo. Afinal, você não está perguntando qual música do Lou Reed preferida. Não é tão difícil pensar numa resposta melhor.

Se o cara diz "Imagine", além de mal informado, tem mau gosto. A música "mela-cueca-vamos-todos-nos-amar-sem-fronteiras" é de John Lennon casado com Yoko Ono. Opção chata.

Tá, vamos dizer que a menina escolhe "Twist and shout". O que ela é? Bagacenta. Mas o cara que fala "Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band " já vale a pena. Mas se alguém diz que é impossível escolher uma música só e que teria que dizer discos prediletos, bom... Não pense duas vezes: peça em casamento.

Se o cara diz "Golden Slumbers", "Here, there and everywhere" e "And I love her", é um romântico assumido. Se a menina responde "Lucy in the Sky with Diamonds" e "Strawberry Fields Forever", é drogada. Vai ter que curtir a trip com ela.

Mas pra toda regra - ainda mais desse jogo estúpido - há uma exceção. Se a pessoa responde que Beatles é um saco e que prefere Rolling Stones, não dispense. Reconheça: vocês podem viver um amor "opostos se atraem", no melhor estilo Tom & Jerry. Afinal, a "Penny Lanne" pode, facilmente, namorar o "Jumping Jack Flash". O problema só vai surgir se a "Honky Tonk Womam" se apaixonar pelo "The Fool on the hill".

sexta-feira, março 5


Oi, dá pra responder?

A brincadeira é pegar alguns amigos que também têm blog (isso tudo pra não usar ‘blogueiros’) e entrevistá-los. Pode virar uma série se ficar tão legal quanto à do primeiro entrevistado, o Júnior do sedotec.

- Nome, por favor
Júnior (e todo mundo vai dizer que Júnior não é nome e eu vou dizer
'próxima, por favor').

- Tá com vontade de responder a entrevista?
Em dúvida (são 3.54 da manhã e tudo vai depender das perguntas).

- Você se acha?
Na maioria das vezes não. Mas tb quando dou pra me achar...

- Quando se olha no espelho, o que mais detesta?
Muda a segunda resposta pra não.

- Fernanda Young ou Fernanda Montenegro?
Fernanda Torres.

- Rio ou São Paulo?
Rio das 7 da manhã às 8 da noite. São Paulo das 9 da noite às 6 da manhã. As
duas horas faltando são para pegar o avião.

- Flamengo ou sexo?
Flamengo nem fudendo. Sexo só fudendo.

- O que te deixa irritado?
Eu mesmo (ou 'impossível responder com precisão em menos de 57 linhas').

- Se tivesse que ir pra uma ilha deserta, iria para a "Lagoa Azul", pro
"Náufrago" ou pra "Swept Away"?

Madonna está se fazendo de boa moça e é amiga da Britney. Tom Hanks se faz
de bom moço e já fez filme com a Meg Ryan. Só me resta a Lagoa Azul.

- O seu cu é...
um iceberg.

- Em qual celebridade você dava uma torta na cara?
Também impossível responder com precisão em menos de 57 linhas. Os dois
primeiros (com direito a pescotapa além da torta): Kelly Key e Jô Soares.

- Você transaria com o presidente Lula por 1 milhão de reais?
Transaria com qualquer ser (nem precisa ser humano) por 1 milhão de reais.

- Qual a sua noção de paraíso?
Uma mistura de 'cada um com seu cada um' e 'ninguém é de ninguém'.

- O que você comeria agora?
Vou me fazer de inocente: estou comendo pão com geléia mas queria estar
comendo massa de empadão.

- Um corpo sarado ou um bom emprego?
Corpo sarado sem esperanças. Bom emprego ainda algumas...

- Xuxa morta ou Faustão nove meses no cativeiro?
Faustão nove meses no cativeiro por ter matado a Xuxa.

- Quem canta bem?
Kim Deal e Billy Corgan.

- Que ator (ou atriz) todo mundo gosta e você detesta?
Não sei se todo mundo gosta do Robin Williams mas eu sei que o detesto.

- Qual parente mais te irrita? Por que?
Nenhum quando estão separados. Todos quando estão juntos. Preciso explicar?

- O gênio da lâmpada apareceu. Quais são os 3 desejos?
Só precisaria de um: o mundo inteiro me obedecer cegamente.

- Qual seu vício?
Sou viciado nos meu erros.

- Que animal você é?
Sou o elo perdido entre os racionais e os irracionais.

- Pode falar... Eu não sou lindo?
Nunca te vi, sempre te amei.

quinta-feira, março 4


Te mete com a po-Posuda!



A OZ é uma loja que fica na Visconde de Pirajá, em Ipanema. Quem desenha as roupas é uma menina chamada Barbarella. A foto é de Joana Dias, a *Jou*. E tudo que sei fica por aqui. O que falta agora é descorir quem está posando de modelo na foto. Quem acertar, ganha a batalha. Aliás, sabe o que essa foto me faz lembrar? Aquela música do Prince: "I’m not a woman. I’m not a man. I am something that you’ll never understand. I’ll never beat u. I’ll never lie. And if you’re evil I’ll forgive u by and by".

No flog da e-barbarella você pode ver o ensaio. Tosco!

quarta-feira, março 3


Cadê as notícias?

Nenhuma artista tosca vai aprontar nada? Não tem graça falar da Luma. Antes fosse da irmã, Isis de Oliveira, mas ela anda tão quietinha. Não arranjou mais nenhum namoro via fax com uma celebridade, não quebrou mais nada andando na montanha-russa...

O pessoal aqui do trabalho também não ajuda. Todo mundo “interessante” saiu de férias. Nenhuma barbaridade acontece. Só ficou gente que trabalha. Aí não acontece nada.

As notícias sobre a Madonna estão tão chatas quanto ela. Agora já surgiu mais um boato: ela vai abrir a nova turnê em Israel, nas minas do Rei Salomão. O show vai ser gravado para sair em DVD e o marido Guy Ritchie ainda fará um documentário sobre a passagem Kabalistica da mulher por lá. Deus ajude!

A revista Veja desta semana ajuda a colocar mais lenha no fogo sobre a vinda dela para o Brasil. Em uma notinha, diz que Madonna já esteve no país e que volta, este ano, para se apresentar novamente. Na Veja Online<, fizeram um especial sobre a carreira dela.

As aulas voltaram e o mau humor veio junto. A minha sorte é que as meninas bem vestidas não me deixam dormir na sala. Numa aula de realidade sócio-econômica e política brasileira, enquanto o professor falava sobre o descaso e a falta de convivência entre pobres e ricos, exemplificou o fato dizendo que nós mesmos não devíamos perceber a existência de alguns funcionários que limpam a faculdade, os banheiros, etc. Uma das meninas de Ipanema, com cabelo ainda molhado, sentindo-se culpada, resolveu falar: “Ai, professor... também não é assim. Pelo menos comigo, eu sou super gente. O pessoal até me critica por isso. Não ajudo gratuitamente eles, mas ao invés de dar comida ou dinheiro, dou um sorriso para eles. Acho que isso vale muito mais que qualquer coisa”.

Como dói prender o riso...

terça-feira, março 2


Philipinas faz 2 anos

Dá pra acreditar? Eu escrevo nessa joça aqui há 2 anos. Vendo as estatísticas, percebi que vocês aumentaram. Diariamente, o blog recebe mais de cem visitas. Sei que não é muita coisa, mas é um público fiel que, assim como eu, arranja uma brecha no trabalho pra poder falar besteira por aqui. Tenho uma dúvida: quando um blog faz aniversário, quem comemora? Tem que ser a gente, né? Peidei.


Ah tá. Valeu!

segunda-feira, março 1


'Cidade de Deus' não ganhou, mas:

- Eu ganhei! Eu acertei todas!