<BODY> philipinas: Fevereiro 2004

sexta-feira, fevereiro 27


* Você conhece alguém inteligente que jogue no bingo? Sinceramente, um cara que perde dinheiro com um jogo idiota daqueles não merece meu respeito. Agora o Lula resolve fechar os bingos e as manifestações começam. Não sei se eliminar esses cassinos de terceiro mundo é a melhor solução para acabar com a ladroagem. Fechar bingos só vai deixar um monte de gente desempregada e velhinhas tentando o suicídio. Sei que bingo significa matança, desvio de dinheiro, pessoas endividadas, mas agora que a merda tá feita - e com um monte de gente viciada nela – fazer o quê? O mesmo acontece com as drogas aqui no Rio. Mas eu tava falando de droga, não tava?

* Tô pouco me fudendo pro Oscar deste domingo. Só filme chato com gente chata. Se eu tô torcendo pro Fernando Meirelles, pelo Brasil? Sinceramente, o Oscar pra "Cidade de Deus" tinha que ser para os atores. Já vi "Pulp Fiction" e todos do Guy Ritchie. Então, o filme nacional indicado não traz nada de novo. Só assisto o Oscar se a Annie Lennox cantar aquela do “Senhor dos Anéis”.

* O seu chefe tem mau hálito. E gosta de falar bem pertinho. E tem alguns dentes podres. O que você faz?

* O melhor do Carnaval é o camarote com os famosos:

Na primeira foto, a jornalista Leda Nagle. Na outra, Cristina Arcangeli com Luciana Gimenez. Todas bebendo muito chopp e curtindo um sambão no camarote da Nova Schin com muito respeito, carinho e amizade acima de tudo. O carnaval não é só dos Falabellas.

* Esse sol de sexta-feira aqui no Rio é o mínimo que São Pedro pode fazer pra compensar o carnaval de chuva e o tumulto do prédio em chamas de ontem. Quem vai pra praia levanta a mão. \o/

quinta-feira, fevereiro 26


Carnaval termina com chuva e fogo
Ao meio-dia, a Defesa Civil disse que o fogo já tinha sido controlado no prédio da Eletrobrás (na Av. Presidente Vargas, Centro do Rio), mas foi só bater um ventinho que ele voltou com toda força agora às 3 da tarde. Os engenheiros do Crea acreditam que a parte de cima do prédio (construído em 1955) pode desmoronar se o fogo não parar. O circo tá armado lá embaixo. Mais fotos no escapismo.

quarta-feira, fevereiro 25


Madonna vem pro Brasil ou não?

Jornais nacionais noticiam que a CNN News afirmou que países como os EUA, Alemanha, Itália, Portugal, França, Inglaterra, Espanha, Escócia, Austrália, Japão, Brasil e Porto Rico já têm data confirmada para receber o novo show de Madonna.

Já os dançarinos, que receberam a agenda de viagens, dizem que só algumas cidades da Europa e da América do Norte foram confirmadas. Até agora, nenhuma declaração oficial foi feita de que haverá turnê. Portanto, nem datas foram confirmadas. Sobre a notícia da CNN, ninguém viu. E no site da emissora, não se encontra nada.

O que eu acho? O mesmo boato aconteceu com a última turnê de Madonna, a Drowned World Tour, que não tinha nenhuma data marcada para a América Latina. Mesmo assim, a imprensa latina, baseada em boatos, dizia que Madonna vinha.

Sem querer colocar leite no brigadeiro, mas já colocando, acho que Madonna prefere dormir em casa depois das apresentações. Duvido que faça viagens muito longas com filhos e marido, tendo que se hospedar em hotéis imundos com o Ceaser Park em Ipanema.


Mas quem quer saber de Madonna quando se tem Bjork em Salvador?


I uana sii de cárnival, Daniela! Livi mi alone. Sénkiu!


A islandesa continua na Bahia e o site Bjork Brasil tá de olho em tudo, fazendo uma cobertura porreta!

domingo, fevereiro 22



...eta lê lê, eta lê lê...

quinta-feira, fevereiro 19


Quer pagar quanto?

A palhaçada de tentar acabar com o turismo sexual no Rio de Janeiro veio depois do "alerta" do jornal O Globo que, num domingo passado, trouxe a foto de um “vendedor”, na praia, oferecendo as “belezuras" "cariocas" organizadas em catálogo. O gringo escolhia a mulata, ali mesmo, depois pagava e comia.

Um absurdo, né? Isso acontece, gente? Existe toda essa prostituição na praia? Em Copacabana? Não sabia! Aliás, sabia. Mas não sabia que era tão assim, na cara...tem que esconder. Sabe o que eu fiquei sabendo também? Que têm sites bem organizados que apresentam as meninas com medidas e tudo mais. O cara nem precisa sair de casa (ou do hotel). Isso tem que parar. Em nenhuma outra metrópole praiana é assim. E também, ninguém viaja pro Brasil pra se divertir e trepar. Eles vêm pra ver o Pão de Açúcar, não é?

Enquanto isso, o jornal O Globo que “furou” o esquema de prostituição na praia, oferece as mesmas meninas - algumas com fotos coloridas - em seus classificados. Hipócrita não é só a população.

Quem conhece, sabe. Não tem atmosfera mais agradável que a “festa” entre os gringos e as putas em Copacabana. No mesmo local da praia em que foi descoberto o “comércio sexual”, fica a boate Help. E de noite, a coisa “bomba” por lá. A música alta, as roupas das meninas e o assédio em inglês precário garantem a diversão. A prefeitura tinha que estar agradecendo, distribuindo camisinha e deixando os gringos comerem à vontade. Afinal, as meninas (e a cidade) precisam da grana deles assim como eles precisam de uma vagina roxa. Viva o carnaval no Rio!

quarta-feira, fevereiro 18


Dr Atkins, me perdoe, esteja onde você estiver

Pouca gente aqui no Rio sabe o que é palha italiana, um doce basicamente feito com aquele famoso brigadeiro de colher misturado com biscoito de maisena. A palha foi muito presente na minha infância. Uma menina do colégio, que vendia quilos do doce, tinha que realizar o comércio gastronômico escondida das freiras, que queriam que comêssemos somente na cantina. A briga era feia na hora do intervalo. A vendedora-mirim mal podia colocar o pé fora da sala que freiras, fiscais e clientes a perseguiam.

Eu não. Eu saía do tumulto falando que o doce tinha cabelo e era feito com leite condensado vagabundo. Hoje em dia, não posso pensar em outro doce pra satisfazer minhas necessidades de gordo. Eu dou a receita, que é muito complicada:

Palha Italiana:

2 latas de leite condensado;
½ quilo de biscoitos maisena picados;
3 colheres de chocolate em pó (mais conhecido como Nescau);
2 colheres (sopa) rasas de margarina;

Coloque o leite condensado, o Nescau e a margarina em uma panela e leve ao fogo (mais conhecido como fogão). Quando abrir fervura (minha vó falava assim) e começar a aparecer o fundo da panela, grite: "Já está ficando pronto". E sempre mexendo, jogue os biscoitos picados com muita calma para não cair no fogão. Depois, tire do fogo e grite: "tá pronto, caralho".



Parece vômito, mas é bom!

terça-feira, fevereiro 17


Novela brasileira

O exagero e o excesso de otimismo começou com o Pero Vaz de Caminha. Aquela história de que aqui no Brasil “em se plantando tudo dá” é a maior mentira que já ouvi. Sei que o discurso era sobre as nossas terras férteis, mas mesmo assim, há dúvidas. Sem a tecnologia necessária para a irrigação ou seja lá o que for, não se colhe nada.

O mesmo exemplo pode ser aplicado para qualquer medida econômica, seja ela vinda do governo para a população ou da empresa para os seus funcionários. Em se plantando tudo dá? Acho difícil. Ainda mais quando essa “investida” depende do trabalho (colheita) de um povo-macunaíma que já nasceu com preguiça.

A coisa cai que nem dominó. Por maior que seja a vontade e o incentivo de produzir, quando o trabalhador se depara com o empurra-empurra de obrigações entre funcionários, projetos que nunca vão para frente e decisões que morrem com o passar do tempo, o desanimo aparece e ele aprende a empurrar também. E, desiludido, aprende a criticar qualquer força que pretende desenvolver e organizar: “Já sei como é essa merda. Não dá em nada”.

E como todos nadam nessa areia-movediça, o que lhes resta é não desanimar. Tentar ao máximo não trabalhar e relaxar. “Vamos comer a secretária, chupar fulano para ganhar mais, puxar o saco do chefe para não ser demitido, dormir escondido após o almoço, explorar o estagiário cheio de vontade, chegar tarde, sair mais cedo e CARNAVAL”.

Não dá pra ter progresso sem ordem. Eu cismo em ser Pero Vaz de Caminha. Mas acho que atraquei meu navio em terra errada.

segunda-feira, fevereiro 16


Palhaçada censurada

DJ Danger Mouse, até então desconhecido, está sendo processado pela EMI britânica por ter produzido bootlegs que remixam o “White Album” dos Beatles com músicas do rapper Jay-Z.

A gravadora, que detém os direitos das músicas dos Beatles, fechou websites, como o Waxy Org, que disponibilizou algumas mp3 do DJ e está dando ordens para que lojas de discos independentes não vendam o disco entitulado “Grey Album”, que mistura músicas do “White Album”, dos Beatles, com o “Black Album”, do Jay-Z.

Lendo um fórum onde geeks protestam, revoltados, com a proibição da veiculação das músicas, descobri um site chamado Illegal Art, onde todas as músicas do álbum cinza (tô rindo até agora com esse nome) podem ser baixadas. E não é que são boas e bem produzidas?

No mesmo site, vídeos também feitos com imagens sem autorização, brincam com o presidente americano George Bush. No divertido “State of the Union”, por exemplo, imagens do desenho Telletubbies são usadas com imagens de Bush feitas pela CNN. Tudo sem permissão.

quinta-feira, fevereiro 12


O Brasil ama o fotolog

Dica sobre o envio de fotos fora do horário começa a se espalhar pela rede

Entrar em boate com identidade falsa, pular a roleta do ônibus, ultrapassar sinal vermelho são alguns exemplos "truqueiros" que o brasileiro utiliza (e não só ele) para conseguir o que tanto quer. E a última façanha demonstra o amor nacional pela engenhoca fotologuiana. A equipe do site fotolog.net, que anda fazendo um upgrade no sistema para tornar o serviço mais ágil, estipulou um horário (de 2 até 11 da manhã), para os não-assinantes "subirem" suas fotos. Um absurdo, né? Nem tanto. Postar fotos no horário de pico faz o sistema ficar sobrecarregado e não funcionar. Daí, um horário alternativo até consertar tal problema.

Mas nada disso. Nós queremos tudo e agora.“A solução de seus problemas acabou de chegar”, anuncia um flogger brasileiro. "Com o limite normal de 1 foto por dia, você pode enviar a sua foto a hora que quiser”. Ele dá a dica:

- Mande um e-mail para upload@fotolog.net
- No campo assunto, digite “login:senha”. Por exemplo: se você é a biancaexotica e a sua senha é 24trava, o campo assunto vai ficar assim biancaexotica:24trava.
- No corpo do e-mail, você escreve a legenda da foto.
- Em anexo, envie a foto que você quer usar. E pronto: em dois segundo está no ar.

Mas ele avisa: “Cuidado ao espalhar a dica. Se a Cora Rónai ficar sabendo, acabou a brincadeira”. Podexá!

quarta-feira, fevereiro 11


Housequake

Eu tentei me controlar, até agora, para não parecer um fãzinho escandaloso, mas não consigo. Vocês viram o Grammy? O que foi aquela abertura com Prince e Beyoncé? Foi a fome com a vontade de comé.

A apresentação, que ia ser de Janet Jackson, foi vetada depois do evento "bola de silicone" e oferecida à Prince, que fez exigências absurdas para hospedar sua família e sua equipe em três hotéis diferentes. Eu acho é bom. Prince faz a casa cair quando entra no palco. É um excelente performer, guitarrista e neguinha fogo no rabo. Sempre bom ver ao vivo. Eu quero mais.

Pra quem não viu, lá vai o download do vídeo ou do áudio. Coz i´m good!

terça-feira, fevereiro 10


Angélica faz ensaio “sensual” para a revista Oi




A matéria do Globo diz que Angélica não é mais a mesma depois desta "ousadia". Também acredito que não. A apresentadora agora virou palhaça. Nas fotos, Angélica faz "referência" ao filme "9 e 1/2 semanas de amor" e come frutinhas que lhe são dadas na boca. Não bastando tal cafonice, ela também "visita" as Panteras. Uma coisa é certa: o editor da revista "Oi" deve ter um senso de humor do cão.

segunda-feira, fevereiro 9


* Passei o fim de semana no Outback. Cheguei lá na sexta, esperei sábado por uma mesa e domingo almocei. Tudo pela junk food!

* Já viram a paródia do videoclipe de "Me Against the Music"? Britney sai correndo pelo labirinto, apavorada, sendo perseguida por uma Madonna de bengala. Clique aqui para salvar.

* Eu quero Janet Jackson no carnaval carioca, sambando feliz com as outras negas, também de peito de fora. Vem pra cá, Janet. Chama o Michael também. Aqui tudo pode.

domingo, fevereiro 8


É bonito ser inteligente?

Não existe credibilidade num discurso contra o culto à beleza se quem o faz é muito feio.

Assim, só consigo pensar em recalque ou auto-defesa. Será mesmo que o mundo se divide, como diz o Falabella, entre os que malham e os que querem malhar? Afinal, se você se sentisse bem do jeito que está, não se incomodaria tanto com as pessoas que fazem plásticas e vivem na academia. Às vezes, o que você tanto nega pode ser o que você tanto quer.

Tratar a beleza como algo menos valioso que a "cabeça" é tão bobo quanto achar que todo feio é inteligente. Não é à toa que não existem teses ranhetas sobre culto à intelectualidade. Também, quem deveria falar mal sobre a busca incessante de conhecimento está feliz da vida com o espelho e com a seratonina que a academia traz. O corpo é que segura a cabeça. O bem estar do todo depende da harmonia entre ambos. Coloque os dois em equilíbrio, pois no final, tudo vira ruga e cai no esquecimento.

sexta-feira, fevereiro 6



Enquanto isso, em algum lugar dos EUA...

quinta-feira, fevereiro 5


Seios, vaginas e Rosinha no Carnaval

* Viram como anda rendendo assunto as tetas da Janete? De acordo com o Yahoo, é a imagem mais procurada da história da internet. Matérias como a do New York Times, "Caso Janet deixa Grammy indefinido", fala que a irmã de Michael e a sua glândula mamária direita exposta andaram mudando a programação da premiação da música.

Até Spike Lee (amigo de Janet) andou se metendo na história. Disse, durante palestra em uma universidade americana, que, hoje em dia, cantoras não podem só cantar. "É preciso ter alguma coisa extra, como os beijos de Britney em Madonna e, é claro, a semi-nudez de Janet. O que virá a seguir? Está ficando uma loucura, e tudo se resume a dinheiro. Dinheiro e fama", disse o diretor que não faz mais filmes e hoje apresenta discursos moralistas, reclamando da banalização do mundo do entretenimento para universitários que adoram se masturbar vendo tais acontecimentos.

Spike Lee pode até ter razão. O que eu não entendo é porquê um peitinho de fora faz tanto mal? Por que um estalinho entre mulheres é "coisa pra chocar"?

* Aliás, esse negócio de "assunto mais procurado na internet", "vídeo mais procurado na internet" e "imagem mais vista por internautas" tá virando moda. A audiência que assuntos "negros" (não pense no peitinho da Janet pois ele é chocolatinho) e "bizarros" recebem, agora pode ser medida pela internet. E é claro, os artistas já descobriram isso faz tempo. O beijo de Madonna-Britney, o vídeo pornô de Paris Hilton e Pamela Anderson (não com as duas juntas - e sim cada uma com seus respectivos namorados) e a teta da Janete são sucessos garantidos na internet, que se tornou uma espécie de trampolim para o sucesso (ou o resgate dele). Afinal, tudo que é sujo e proibido pode ser visto aqui, sem censura alguma. Como o meu pau, por exemplo.

* A notícia mais ridícula do mês está no Globo de ontem: Rosinha Garotinho vai se encontrar com Liza Minelli no Carnaval. A governadora do Rio convidou a cantora bêbada para assistir aos desfiles das escolas de samba em seu camarote exclusivo. Segundo o jornal, "na quinta-feira, dia 19, as duas almoçam no Palácio Guanabara". Sabe, eu fico imaginando a conversa... Rosinha, evangélica, trocando idéia e dando conselhos para Liza, famosa por apanhar do marido. Mas se tem uma coisa que eu adoro no carnaval são as celebridades com os políticos. Lembra do presidente Itamar Franco com a buceta da Lilian Ramos?


- Que mané peitinho! Meu negócio é pagá-vaginão!


* Vai ver é por isso que o Brasil não dá a mesma importância que os americanos dão para um simples peitinho que aparece em transmissões televisivas. Tanto o Super Bowl quanto o Carnaval são vistos por famílias. Mas as nossas mães devem estar mais preparadas para um "evento extra-curricular". Se uma criança olha espantada para a xonga (desculpa pelos sinônimos, meninas) da Lilian Ramos, a mãe vai provavelmente dizer: "sim, meu filho, é uma vagina". Simples assim.

segunda-feira, fevereiro 2


Tetas e música

* Ficaram sabendo? O show apresentado durante o Super Bowl, lá nos EUA, deu o que falar. O evento de futebol americano, bem familiar, cheio de crianças, uma tradição chata americana (pleonasmo), ficou chocado com o show de Janet Jackson. A irmã de Michael se apresentou com Justin Timberlake, que rasgou sua roupa no final de uma música e deixou o seu seio direito à mostra.

Ninguém sabe dizer se fazia parte da coreografia, se eles combinaram, se ele enlouqueceu ou se era pra rasgar mas não para aparecer o peito. Só sei que eles já se arrependeram. O organizador do evento esportivo disse que “aquilo foi uma apresentação sem classe, desnecessária. Não podia ser apresentada para o povo americano e para milhões de crianças que assistiam em seus lares”. Justin já se desculpou e um inquérito foi aberto para discutir se o "paga-peitinho" da Janet foi proposital ou não.

Uma maravilha, né? Americanos sempre surpreendendo o mundo. Mostrar os seios? Um absurdo! Só vale mostrar pessoas mortas e fuziladas. Entretenimento só se for no Iraque, com bastante sangue. Peito não! Nem se for por um segundo.



- Justin, seu capetinha! Olha o que você fez!


* Clicando aqui você pode ver melhor as tetas de Janet Jackson e a cara de tarado psicopata do Justin.

* Falando em música e apresentações chocantes, o Grammy deste domingo (dia 8) promete. Vai estar todo mundo cantando por lá: Outkast, Justin Timberlake (rasgando a roupa de quem?), Beyoncé, White Stripes, Prince (ieba), um tributo aos Beatles (com Dave Matthews, Sting & Pharrell Williams) e Madonna (o que ninguém sabe ainda é se ela vai cantar ou lamber a vagina da Britney).

* Mas acredito que a atração principal vai ser o SBT, que transmitirá a festa ao vivo no domingo. A emissora paulista é sempre tosca na cobertura dessas premiações gringas. Lembro de um Oscar que eles transmitiram em que a Sharon Stone concorria por sua atuação em “Cassino”. A repórter do SBT tentava, com seu inglês chulo, entrevistar a atriz que passava pelo tapete vermelho. Gritou: “Sharon, Sharon!” A mulher veio. A repórter, nervosa, perguntou: “Is it very difficult to play a prostitute?” Sharon Stone nem respondeu. Deu as costas e continuou andando pelo tapete vermelho.