<BODY> philipinas: Outubro 2002

terça-feira, outubro 29


Aqui embaixo, onde eu trabalho, tem um pessoal vestido de laranja que trabalha para uma empresa de cartão de crédito, que junto com a C&A (ah foda-se isso tudo). Não quero nem me interar com o que eles vendem. Eu só sei que eles irritam. Pegam você pelo braço como se fossem aquelas ciganas com vestido de festa junina e cruzam o teu caminho que já é estreito devido à quantidade de gente no caminho, só para oferecer o tal cartão de crédito gratuito (como se isso fosse possível). "O senhor não gostaria de..." Não! Sai da minha frente. A quantidade de panfleteiros é gigantesca e incontrolável. Esses caras, junto com os vendedores ambulantes fazem uma zona na calçada. Lembro que numa semana de chuva aqui no Rio, eu passei em frente às ciganas do crediário. Passei correndo por causa da chuva e também para não ser abordado por eles. A menina grita: "Jovem! Jovem!" Eu passo direto. Ela grita: "Idiota!" E a menina ao lado dela começa a rir. Eu fiquei com raiva. Pensei em voltar. Falaria pra ela: "Escuta aqui... idiota é o seu emprego que precisa de idiotas como eu pra poder preencher fichinhas idiotas para que assim você continue empregada. Idiota deve ser a sua mãe que não soube te educar e te vestir." Mas na hora você não pensa nestas respostas e a fome na hora do almoço era mais importante do que responder a menina de calça da gang e blusinha cortada com tesoura. Almocei, voltei e ela estava lá. Passei olhando, ainda pensando em falar com ela. E ela sorriu.

Aqui no Rio o que mais tem é pedinte
. A maioria é vagabunda. Eu acho engraçado é que carioca se julga esperto e acaba passando atestado de idiota porque cai na conversa de um pedinte que é mais esperto do que ele. "Ah, tadinho. Ele não tem uma perna, tem câncer, tem três famílias pra criar, precisa beber todos os dias e o dinheiro que ele ganha não dá. Acho que vou ajudar." No Halloween, coloque uma camiseta laranja, uma prancheta na mão e experimente sair por aí. Vai assustar todo mundo!



Copacabana, por Andre Arruda

segunda-feira, outubro 28


Brincadeira de vai-longe-mas-volta (aka bumerangue):

Marisa Letícia, Regina Duarte, Rosinha Garotinho, Patrícia Pillar, Roseana Sarney, Marta Suplicy, Rita Camata, Paloma Duarte, Rosane Collor, Zélia Cardoso, Ruth Cardoso, Cláudia Raia, meias Dantelle, Vivarina, celulite, Fernanda Tavares, Gisele Bundchen, super model, passarela, rampa, Lula, frutos do mar, comida japonesa, Yoko Ono, The Beatles, The Strokes, The Hives, The Vines, The Pips, The Jacksons, Michael, Madonna, Prince, President, Bush, Iraque, bomba, de chocolate, que engordou Marisa Letícia, primeira-dama.


- Espelho, espelho meu. Existe alguém mais infantil que eu?
- Sim. Rita Lee.
- Ah tá!

sexta-feira, outubro 25


Oi, tudo bem? Tô gastando post!

O site se chama White House Animation Incorporated. Tem diversas animações legais por lá. Pra você que é super cabeça assim como a minha amiga Tatiana, entre neste bar e beba um pouco de arte. Para os mais pop, aqui tem um Elvis de Warhol. Tem também o Satanás para os demoníacos que já estão entrando em clima de Halloween e o Da Vinci Blues. Entra e fuça que é bem legal.

quinta-feira, outubro 24


"Gi, você tá me trocando por aquele latino que usa óculos de Bono Vox?"

"Ele é a bola da vez e não precisa de comprar comida light! Você é barango, mô!"

quarta-feira, outubro 23


E eu tô estrelando o novo do Spielberg. Ele me dirige através de um chip que implantou na minha cabeça

Recentemente, Tiago Teixeira deu a notícia sobre o tal modelo brasileiro que disse ser o ator principal do novo filme de David Lynch, chamado "Our Lady of Sorrow". As declarações do garoto narravam situações em sets de filmagens e finalizava dizendo que ele tinha conseguido o papel que seria de Matt Damon. A notícia foi anunciada por todos os jonais e revistas mais importantes do Brasil. Mas era mentira. Foi tudo desmentido posteriormente pelo próprio diretor, durante um chat no David Lynch.com. O garoto teria inventado toda a história e a imprensa brasileira foi atrás, sem antes confirmar. Bonito, não? Este furo foi dado pelo blogueiro Tiago Teixeira no dia 30 de setembro. Só nesta segunda, a Folha vinha com a notícia de que tudo era realmente uma armação. E com nenhum crédito para o blog do cara. Esta campanha, feita pelo Tiago, é para jornalistas que roubam matérias de blogs. Aliás, alguém se lembra da Ísis de Oliveira que andou namorando o George Clooney?

terça-feira, outubro 22


Alguém tem o sucesso "Que nem maré", do Jorge Vercilo, em versão remix? Muito bom. Tipo bolo de chocolate seco com guaraná em copo de plástico. Coisas vitais.

O que aconteceu com o Philipinas depois da ida para o inter:urbanos foi isso. Ficou mais pessoal. Vocês vão ter que me aturar falando merda. Beto, eu quero uma pizza de quatro-queijos com uma coca BEEEM gelada!

Coca-Light faz arrotar muito. Além de ser ruim, faz arrotar descontroladamente. Eu tomo umas latinhas de vez em quando aqui no trabalho e ponho o fone pra ouvir música. Quando eu arroto, não dá pra escutar se sai muito grande ou não. Tenho medo do pessoal que senta perto de mim achar que eu sou um suíno. Sim, eu tenho medo. Medo parece ser a nova mania nacional. Não me olhe como se eu fosse uma atriz global velha. Não me leve a mal. Eu temo que a sociedade me exclua por causa dos meus arrotos com cheiro de remédio (lê-se Coca Light quente). O mundo anda muito..., digamos assim, complexo. Acho que por isso que andam procurando coisas básicas por aí: "ai, eu queria uma camiseta bem básica", "ah, essa parede não ficou nada básica", "nossa, que vagina básica, menina". Já viu que você tem que saber o que você quer a toda hora? Você tem que escolher sempre. Se você é um daqueles que flutuam, com certeza vão acabar passando na tua frente. Até um simples café você tem que saber escolher: forte, fraco, ou com adoçante, ou com açúcar, ou com leite, capuccino, com creme, sem creme, decaff e por aí vai. O mesmo acontece com esses refrigerantes. Pedir um refrigerante para um garçon também não é tão básico assim: "Com limão, sem limão? Light? Iced Tea sabor limão light? Guaraná diet? Fanta uva, laranja, citrus, amora, pêssego ou banana?" Aí você se irrita: "Puta que pariu, me dá uma água". "Com gás ou sem gás? Só tem soda. Serve?" Então, escolha quem você é. Saiba daquilo que você gosta. E tenha um caminho. Burp!


Eu conheci o grupo The Calling vendo um especial ao vivo que eles gravaram para a MTV. Eles tão com uma música estourada nas rádios. Uma voz grossa canta asim: If I could, then I would I'll go wherever you will go....e por aí vai. Aí eu ligo a televisão e dou de cara com uma boneca Barbie cantando a tal música. Não dava pra associar a imagem com a voz. Parecia uma daquelas armações da indústria da música. Uma coisa tipo Milli & Vanilli ou Corona-this-is-the-rythim-of-the-night. Só podia ser dublagem. Mas não. O vocalista é uma barbie moderna, com o cabelos loiros curtinhos de alisamento japonês, cheio de pulseiras, magro, calça apertadinha estilo gang, bem menina... E grudadas no palco da mtv, garotas de 15, 16 anos (ou menos) completamente histéricas, se descabelando pelo vocalista da banda. Meu deus!! Imagina que tristeza um filho teu se descabelando por aquilo. Vocês pensam: ah, mas isso é normal na idade delas. Eu sei que é. Mas é também nessa idade que os hormônios estão em erupção e que a vontade e o desejo aparecem. E se uma menina sente atração por aquilo, grande chance dela ser lésbica. Afinal, o cara é praticamente uma mulher, ora pitombas. Bom, só sei que o grupo bateu na audiência e foi que nem maré!

segunda-feira, outubro 21


Beck - Sea Change
Beck
Tem que ter. Tem que comprar. Tem que baixar.

sábado, outubro 19


MADONNA RECLAMA DOS 'MODOS' DE LOLA:

Segundo a revista inglesa HEAT, Madonna estaria muito arrependida por ter permitido que sua filha Lola a acompanhasse durante as gravações de "Swept Away". Segundo a cantora, depois que Lourdes viu a cena em que o ator Adriano Giannini joga espaguete nela, a filha passou a jogar os alimentos em sua mãe na cozinha.

Perfeito! Essa menina é ótima! hehehe

quinta-feira, outubro 17


Tava lendo o Repórter Mosca e achei isso: I´m a Cow!

* Blog é o lixo da internet? Normalmente quem tem um blog é quem navega muito. Quem passa horas conectado. Às vezes, é tanta informação acumulada, que é necessário ter um lugar para vomitar. Ou jogar tudo fora. E aí você faz um blog. Porque senão você fica aquela pessoa chata que quando sai com os amigos, só tem assunto sobre a sua vida online: "Ah eu vi num site. Ah, eu tava num site sobre isso, vamos naquele filme, eu vi no blog tal que é ótimo!" Então, bem-vindo ao meu lixão. Você pode até dizer: "Mas Phelipe, um blog também pode ser um aprofundamento ou uma reflexão das coisas que lemos pela internet". Eu diria: "Ah, vai tifudê!"

* E-mail que eu recebi:
"Phelipe, o seu blog é até legal. Informação boa e me diverte às vezes. Mas você já reparou que tudo gira em torno de você? Que você não admite que outras pessoas possam pensar diferente? É sempre "eu acho que isso", "eu acho aquilo". Eu, eu, eu... É isso que enfraquece. Você não é o dono do mundo e nem o dono das informações."
[]´s
André

* André, estou sem palavras. Você acabou comigo. Se o blog fosse meu, te responderia dizendo o que penso.

* Já reparou que a maioria das bandas gringas que vai tocar em São Paulo, fala que a cidade é feia e suja? E que sempre tem um cego sem nariz que manda um e-mail pra banda achando isso um absurdo? Agora é a vez dos Chilli Peppers. Leia aqui!

quarta-feira, outubro 16


J-pop is tha bomb! A cultura japonesa está em alta. Pelo menos pra mim, que não consigo parar de entrar em sites japoneses. A minha fome oriental começou vendo desenhos japoneses no canal Locomotion. Sem a directv, hoje em dia, eu tenho o desprazer (que acaba ficando agradável, se você adora o podre) de ver Sailor Moon de madrugada. E tem coisa mais travesti japonês que aquele desenho? Já viu os vilões como são? São mini-drag-queens japonesas (em um dos episódios, um vilão se vestia de mulher porque estava apaixonado pelo mocinho e queria conquistá-lo). Você vê isso em cartoons americanos? E as meninas colegiais com cabelos espantosos, olhos maiores que a testa e que dão porrada em todo mundo? Os EUA fizeram uma cópia disto com as Power Puff Girls. A cultura dos japas é foda.



Os olhos esbugalhados dos animes (deboche com o tamanho dos nossos), as cores primárias gritando na tua cara (rosa com amarelo, vermelho, azul), os escritos em japonês que atravessam todos os cantos da tela, ou do site, ou dos produtos, indo de um lado para o outro, de cima para baixo... Um site pop americano é o contrário de um site pop japonês. A sujeira colorida japonesa é mais agradável que a limpeza mentirosa americana. Tokyo é uma metrópole muvuca que acaba sendo refletida na produção cultural japonesa. Então tem sinceridade ao fazer qualquer site, capa de cd, moda, etc... Eles não querem ser europeus ou americanos (apesar de comprarem muita música ocidental). Só conseguem ser eles. Nós que adoramos, copiamos (vide a febre de tatuagens em japonês). Já imaginou o Japão como referência mundial? Como primeira potência? Eu não como sushi. Nem qualquer tipo de comida japonesa. Pra tudo tem limite! Eu andei visitando uns sites e vou passar os links para vocês. Se o seu browser pedir para instalar o pacote de idioma em japonês, não pense duas vezes. Instale!



Clicks Japoneses:
* Aprenda japonês básico podendo ouvir a pronúncia das palavras
* Música popular japonesa. J-pop pros mais íntimos (ou os mais bregas hehehe)
* Baixaria japonesa. Sexo selvagem. Dirty Gueixas (É sério. Se você está no trabalho, não abra)
* T-Shirts Ya! (será que eu achei a C&A de lá? Bom, as camisetas são bem legais)
* Vocês já entraram no site da Apple do Japão?
* E por último, um blog em japonês. O blog do Pina!
* Essa daqui vai passar o rodo na próxima festa da FGV vestida de Sailor Moon

Sayonara!

segunda-feira, outubro 14


Antes de reclamar que aqui não tem coisa nova, vai no inter:urbanos que a gente colocou mais 6 histórias novas.

sábado, outubro 12


Eu tive a oportunidade de ouvir as faixas do novo cd solo da cantora do Portishead, Beth Gibbons. E não escrevo isso só para despertar inveja no Carlos (o fã número 2 da cantora), mas sim para dizer que a mulher sozinha, também é de matar. O cd "Out of season", feito em parceria com Rustin Man, um outro homi da banda, vai ser lançado dia 28 de Outubro. Acabei conseguindo antes, porque fiz amizade com uma irlandesa maluca no Soulseek. Ela também tem dedos calejados de tanto trabalhar em sua fazenda, assim como a cantora do Portishead; e me mandou diversas fotos dela. Tem bochechas vermelhas e mamilos cabeludos (é sério). Eu não tive que fazer cyber-sexo com ela pra conseguir baixar as músicas de sua pasta. Mas prometi que amanhã faria. Que hoje estou muito deprê, muito trip-hop, muito Bristol e ela aceitou. Ah, vocês querem saber do disco? O sinistro trip-hop da banda continua presente. Assim como a orquestra. Tem corais dignos de igrejas do Harlem que dão o tom espiritual e misterioso nas duas primeiras faixas: "Mysteries" e "Tom the Model". Depois, Beth Gibbons canta "Show" competindo com um violino e um piano, a serenidade da faixa. A Rudy acaba de me mandar uma mensagem, dizendo que vai dormir. Que eu posso ficar aqui baixando o resto. Eu acabo de ouvir o cd inteiro. A impressão que fica é a de mãos calejadas segurando microfones e raspando cabelos em bicos de peitos. Irlandesa fdp!

sexta-feira, outubro 11


Quer uma notícia boa? O prêmio iBEST vai lançar hoje uma nova categoria, o iBEST Blog. A versão 2003 do prêmio vai escolher os melhores blogs de 2002. O prêmio é de 10 mil reais em ouro. E são dois ganhadores. Um pro juri oficial e outro pro popular. Hmmm 10 mil...Quem ganha? Qual será o mais votado? E o melhor, segundo o juri? Você vai participar? Ãh? Ah, fulano ganha com certeza...Ah, mas será que essa votação não é marmelada? Quem tem mais page view? Ah, mas isso não quer dizer que todo mundo que visita o blog vai votar nela... Quer se inscrever? Então clica!

Quando alguém chega com um corte de cabelo novo, um vestido que acabou de comprar e chega para você e seus amigos e diz "tcha-ram!", dá pra se entusiasmar muito? Eu por exemplo, responderia com um "legal" bem morno. Acho que não dá pra corresponder ao "tcha-ram" de alguém. É difícil. Você tem de estar na mesma sintonia da pessoa e gritar um "Nossa! CARALHO! que FODA!" Ninguém nunca está pronto para corresponder a momentos de ultra felicidade de uma hora pra outra. Eu por exemplo, não estou. Não gosto de surpresas. Aquela brincadeira de tamparem o teu olho e irem te levando até a surpresa, então, nem se fala... Ao abrir os olhos, você pode até encontrar aquilo que sempre sonhou e se empolgar, mas é difícil responder ao entusiasmo da pessoa que está te vendando. Por isso que este "Tcha-ram" aqui embaixo, às 2 e tanta da manhã, não tem um significado muito forte hoje. Eu tava empolgado. Tinha acabado o template e estava me achando o ás do html! Achei que depois de ter feito isto, poderia até aprender Java e Perl. hehehe mas é só um simples blog. Já vem tudo construído. É só brincar de mexer na corzinha e no tamanho. Coisa boba. Mas que ficou muito mais bonito e de banho tomado, ficou. Eu sugiro que vocês minimizem a tela, depois voltem com ela e digam: "TCHA-RAM !"

Tcha-ram!!

quinta-feira, outubro 10


"A pergunta recorrente (agora mais que nunca) é se Lula tem ou não o poder e a cultura de sentar na frente dos gigantes do dinheiro. Eu reverteria essa pergunta. Será que os gigantes do dinheiro manteriam a falsa pompa diante de Lula? Frente ao quadro mundial de insegurança financeira, o Brasil passa a ser uma peça muito mais importante nesse jogo de xadrez, cujas peças não são nem mais tão brancas e nem mais tão pretas."

Gerald Thomas, o colunista drama queen do JB

PaiFilhoEspirito Santo
Pop art, pop music, popcorn, pop-up... (parte 2)

quarta-feira, outubro 9


Três momentos de grande importância na vida social-política-econômica carioca:
O namoro, o casamento e os passeios evangélicos no Maracanã?

terça-feira, outubro 8


Eu tava assistindo ao Saia Justa, no GNT. As meninas apresentadoras estavam lendo uma pergunta de um internauta, que queria saber de cada uma, quem elas gostariam de ser por três dias. Respostas previsíveis, claro. A Fernanda Young, escritora e espertinha, disse que seria a Gisele Bundchen: "Imagina, aquela mulher é o padrão de beleza. Ela é linda. Vive como estrela, etc." Depois pensou bem e disse que na verdade, queria ser a Madonna por 3 dias. Que seria muito divertido, etc. Rita Lee, que costuma fazer tricô no programa, deu um pulo na cadeira: "Ah, Madonna é marketeira! Marketeira!" E em seguida, é respondida por Fernanda Young: "Pois é! Quem não é?" Eu achei fantástico. A melhor resposta para a pessoa certa. Vestiu sem medo essa palavra idiota e pejorativa que inventaram para os profissionais de marketing e respondeu a avó do rock que, convenhamos, precisa de um marqueteiro. Que palavra escrota! Podia ser marquetista, marquetário ou qualquer outro sufixo. Assim como é com publicitário, jornalista, etc... Marqueteiro lembra maconheiro, punheteiro, brasileiro! É pejorativo! Quem não vende o seu peixe bem, acaba indo pro buraco. A imagem que você projeta, querendo ou não, nunca é verdadeira. Você normalmente esconde os seus defeitos e mostra só o que querem ver. Largue o tricô. Se você tem um produto interessante, vá ganhar dinheiro! Se não, continue lendo o Observatório da Imprensa.


* Falando em marketing, produtos, hipoglos, consumismo,... tem uns bonequinhos aqui, que são legais que nem maré!

* Depois deste post, eu, com certeza, vivo um dilema. Sou um jornalista com tendências punheteiras (oops, marqueteiras)!

O verão do Hipoglos:
Já reparou na quantidade de caras que desce para a praia com o braço coberto de hipoglos? Normalmente embaixo do creme branco de cheiro esquisito tem uma tatuagem recém queimada que precisa ser protegida do sol forte das praias cariocas. Tem bastante gente com isso. Virou tendência. Tá todo mundo fazendo tatoos e indo pra praia com manchas brancas pelo braço, perna e peito!

Imagina que legal alguém com sungão, cordão de ouro no pescoço, tênis, pochete e tatuagem com hipoglos. Tem gosto (ou cafonas) pra tudo. Tem gente que exagera. Essas mesmas pessoas que usam cordãozão de ouro e descem para a praia só de sunga e tênis, devem chegar em casa, tomar um banho e curtir a night dançando um techno Pan na Ilha dos Pescadores com as gatinhas de calça atochada no rabo. Que maravilha! Um hipoglos tá custando R$ 4,50! Compre um e passe em qualquer lugar, mesmo não tendo tatuagem; senão vão começar a te olhar estranho.


* Aliás, tem um conto sobre isso nos inter;urbanos!

domingo, outubro 6


Eu nunca coloco letra de música aqui. Mas eu tenho que abrir uma exceção para a nova revelação da MPB, Jorge Vercilo. Repare nas preciosas rimas e na idéia de amor e saudade do cantor cruza de Djavan com Lulu Santos:

A saudade bateu foi que nem maré
quando vem de repente de tarde
invade
transborda esse bem-me-quer
a saudade é que nem maré

Que coisa bonita, né? Bem-me-quer, maré... Tem mais:

Nada vai me fazer desistir do amor
nada vai me fazer desistir de voltar
todo dia pro seu calor
nada vai me levar do amor

Amor, calor, dor, pastor, fedor...


A saudade bateu, Jorge?

Pois é, menino...foi que nem maré!

sexta-feira, outubro 4


Tive um sonho sufocante. Eu viajava em alta velocidade pela calçada da Nossa Senhora de Copacabana e tinha que desviar das pessoas usando o mouse. Clicava pra fechar as mais feias, jogava para o alto as que eu clicava e arrastava....a velocidade era muito grande. Eu tava meio que deslizando. Os inúmeros pop-ups do hpg atrapalhavam a minha corrida. Batiam em minha cara. Eu tinha que sair desviando deles. Fiquei assustado. Quando acordei, me deu vontade de ser aviador ou qualquer outra coisa. Engraçado eu só ter lembrado do sonho só agora. E sinto que poderia ter sido pior. Não tinha nenhum midi tocando. O acordar foi como se a conexão tivesse caído. No final de semana, eu vou pra praia.

terça-feira, outubro 1


"There are two types of people in this world, good and bad. The good sleep better, but the bad seem to enjoy the waking hours much more"
Woddy Allen, in "Side Effects"

Blá blá blá de gringo que a gente adora. É sempre assim. O Olodum só é cultuado quando algum gringo elogia. A Elza Soares só é capa da pretensiosa revista Bravo e ganha um show dirigido porcamente por Gringo-Taqui-Cardia quando é revelada pelos ingleses como uma jóia escondida por nós. Tom Zé deixou de cuidar do jardim do seu condomínio também pelo mesmo motivo. Agora é a hora do Caetano ser lambido mais uma vez pelo New York Times. O livro "Verdade Tropical" foi lançado nos Estates agora e já tá rendendo os mesmos elogios à Caetano. Descobrem o cantor como uma mistura de Burt Bacharach com Bob Dylan (eu ficaria ofendido). São sempre eles que descobrem, não é verdade? Nós, os índios, só nos enxergamos quando eles trazem o espelhinho. Vamos sempre ser essa grande merda fazendo macaquice pra gringo ver (Carmem Miranda já trazia tudo na cabeça). Não tem coisa mais ridícula que brasileiro querendo ser brasileiro. Vide Carlinhos Brown. Você já é brasileiro, baiano! Qualquer coisa que você for fazer, vai parecer brasileiro. Nunca vai sair nada muito americano ou londrino. Porque foi feito no Brasil, por um brasileiro. Então pára de querer fazer coisa Made in Brazil. É isso. Agora me dá licença. Vou ler a Q!